Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Duas funcionárias de lar de idosos em Reguengos de Monsaraz infetadas com coronavírus

39 utentes vão realizar testes "o mais rápido possível", disse presidente da instituição.
Lusa 31 de Março de 2020 às 15:40
Lar de idosos em Reguengos de Monsaraz
Lar de idosos em Reguengos de Monsaraz FOTO: CMTV
Duas funcionárias de um lar de idosos em Campinho, no concelho de Reguengos de Monsaraz (Évora), estão infetadas com coronavírus e os 39 utentes vão realizar testes "o mais rápido possível", disse hoje o presidente da instituição.

"É preciso uma equipa vir fazer os testes" aos utentes e "estamos a fazer tudo para ser o mais rápido possível", afirmou à agência Lusa o presidente do Centro Social e Paroquial do Sagrado Coração de Jesus, Manuel José Marques.

Considerando que o lar de Campinho "tem prioridade", o presidente da instituição realçou que "é urgente" a realização dos testes aos utentes para "deixar as pessoas descansadas" e para que sejam "tomadas as medidas necessárias".

O responsável indicou que as duas funcionárias infetadas com covid-19, que "já não estão a trabalhar", fizeram os testes no sábado de manhã e receberam a confirmação da doença, "uma no domingo à noite e a outra na segunda-feira de manhã".

Na segunda-feira à tarde, os restantes funcionários e o próprio presidente da instituição realizaram os testes à covid-19, mas ainda aguardam os resultados.

"O que está previsto é que todos os idosos façam o teste e, depois, de acordo com o resultado, tomaremos as medidas necessárias para isolar os que eventualmente estejam também infetados com a covid-19", sublinhou.

Com 17 funcionários, o Centro Social e Paroquial do Sagrado Coração de Jesus, que possui as valências de estrutura residencial para idosos, serviço de apoio domiciliário e centro de dia, acolhe 39 utentes.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 791 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 38 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS), registaram-se 160 mortes, mais 20 do que na véspera (+14,3%), e 7.443 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 1.035 em relação a segunda-feira (+16,1%).

No Alentejo, segundo a DGS, há 50 casos de infeção confirmados e ainda não se registou qualquer morte por covid-19.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)