Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

"É um planalto persistente": Ministra diz que há "questões por responder" sobre contágios em Lisboa e Vale do Tejo

Marta Temido assume preocupação por não se conseguir "quebrar cadeias de transmissão”.
Correio da Manhã 1 de Julho de 2020 às 22:41
Marta Temido, ministra da Saúde
Marta Temido, ministra da Saúde
Marta Temido, ministra da Saúde
Marta Temido, ministra da Saúde
Marta Temido, ministra da Saúde
Marta Temido, ministra da Saúde
Marta Temido, ministra da Saúde
Marta Temido, ministra da Saúde
Marta Temido, ministra da Saúde
A ministra da Saúde, Marta Temido, deu esta quarta-feira uma entrevista na RTP onde referiu que vê o número de novos casos diários de Covid-19 em Portugal com alguma preocupação visto que quando comparados com outros países é um fator de "perplexidade" eles estarem a baixar "e nós não".

"Quando comparamos com Suécia, Espanha, França, não ficamos com situação de perplexidade. Quando olhamos para outros países ficamos com alguma situação de perplexidade porque já conseguiram baixar número de novos casos de forma significativa", referiu.

Sobre as questão de Lisboa e Vale do Tejo, a região que se mantém no centros das preocupações da pandemia, a ministra da saúde afirma que "há questões por responder" e que "há uma dificuldade em quebrar cadeias de transmissão que se têm mantido de forma persistente".

"É um planalto persistente", afirma sobre a região de Lisboa e Vale do Tejo, no entanto, nega que exista um descontrolo da pandemia nesta zona. 

A ministra justifica ainda o número de casos diários com o facto de serem zonas densamente povoadas "onde as pessoas circulam muito e onde é difícil intervir pela multiplicidade de contactos", apontou. Temido lembra ainda que "a situação epidémica em Lisboa nunca baixou tanto quanto noutros pontos do país".

Confrontada com possíveis falhas no planeamento do controlo da pandemia em Lisboa, Temido admite que houve erros ao longo do combate à pandemia, mas Portugal "fez um caminho de descoberta e acompanhamento".

"Se pudessemos fazer algumas coisas de outra maneira, se calhar teríamos tido atitudes mais rápidas", afirmou ainda Marta Temido. 
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)