Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Empresa de confeções de Belmonte pede insolvência e deixa 50 pessoas desempregadas

Empresa tem previsto encerrar esta sexta-feira (dia 27) e as trabalhadoras já começaram a receber cartas de despedimento.
Lusa 26 de Novembro de 2020 às 18:19
Indústria têxtil | Foto ilustrativa
Indústria têxtil | Foto ilustrativa FOTO: iStockPhoto
A empresa de confeções "Riofato, com sede no concelho de Belmonte, pediu a insolvência e vai deixar no desemprego cerca de 50 trabalhadores, a maioria dos quais mulheres, disse hoje à agência Lusa fonte sindical.

"Infelizmente, é verdade. As operárias começaram a sentir que havia cada vez menos trabalho e pedimos imediatamente uma reunião à administração, durante a qual nos comunicaram que já tinham apresentado o pedido a insolvência no dia 19 e que a empresa ia mesmo fechar", afirmou a presidente do Sindicato Têxtil da Beira Baixa, Marisa Tavares.

A empresa tem previsto encerrar esta sexta-feira (dia 27) e as trabalhadoras já começaram a receber cartas de despedimento, adiantou.

Belmonte Riofato economia negócios e finanças trabalho desemprego Informação sobre empresas grandes empresas
Ver comentários