Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Enfermeiros participam em projeto piloto com testes imunológicos ao coronavírus

Testes pretendem perceber a exposição ao vírus e a reação do organismo ao mesmo. 
Correio da Manhã 28 de Abril de 2020 às 10:50
Ana Rita Cavaco
Ana Rita Cavaco FOTO: Pedro Simões

Os enfermeiros do hospital de Santa Maria, em Lisboa, começaram a realizar esta terça-feira os testes à imunidade do coronavírus.

Ana Rita Cavaco deslocou-se a este hospital da capital para acompanhar a primeira recolha de amostras aos enfermeiros e assistentes operacionais que estão em contacto direto com doentes covid-19, no âmbito do projeto de testes sorológicos da Fundação Champalimaud, em parceria com a Ordem dos Enfermeiros.

Os testes à imunidade pretendem perceber a exposição ao vírus e a reação do organismo ao mesmo. "A ideia é percebermos, em termos de imunidade, percebemos como se comporta quando sujeita ao vírus", confirmou a Bastonária.

Ana Rita Cavaco explicou ainda que a recolha de amostras é feita de forma aleatória, ou seja, os enfermeiros podem estar ou não infetados com a Covid-19. "Não interessa se testaram positivo, interessa a exposição que tiveram ao vírus", explicou.

A bastonária confessou que vê com "muita apreensão e preocupação" o levantamento das restrições e confinamento previstos para a próxima semana, sublinhando estar "com medo de dar o passo à frente".

"Estamos muito preocupados porque o que fizemos foi de forma a não pressionar os nossos serviços de saúde, estávamos em condições de ter situações semelhantes à de Itália, Espanha e outros países", disse Ana Rita Cavaco.

Embora reconheça que não é uma competência das Ordens profissionais, a bastonária da Ordem dos Enfermeiros, salientou ver com "muita apreensão e preocupação" o final do confinamento, mostrando-se, no entanto, com esperança que se possa voltar atrás na decisão caso seja necessário.

"O senhor primeiro-ministro disse que se fosse preciso daria um passo atrás, nós estamos com medo de dar o passo à frente", afirmou Ana Rita Cavaco.

A bastonária avançou ainda que a Ordem tem obrigação "ajudar e acautelar que as coisas não corram mal", pelo que está a preparar um documento "a ultimar que tudo tem de ser acautelado naquilo que será a retomada da atividade assistencial".

"Precisamos de fazer a retoma das atividades assistencial em cirurgias, consultas programadas e cirurgia de ambulatório", referiu.

De acordo com Ana Rita Cavaco o documento deverá estar pronto "quarta ou quinta-feira" sendo depois enviado ao Ministério da Saúde e também aos governos regionais da Madeira e dos Açores, salientando que o governo regional da Madeira "pediu expressamente que lhes fizéssemos chegar essas propostas".

Mais informação sobre coronavírus AQUI.

MAPA da situação em Portugal e no Mundo.

SAIBA como colocar e retirar máscara e luvas.

APRENDA a fazer a sua máscara em casa.

CUIDADOS a ter quando recebe uma encomenda em casa.

DÚVIDAS sobre coronavírus respondidas por um médico

Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24

 

Santa Maria Ana Rita Cavaco saúde coronavírus pandemia covid19 testes imunológicos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)