Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Equipa de Saúde das Forças Armadas continua em lar de Reguengos de Monsaraz

Pelo menos 8 pessoas já morreram após surto na instituição.
Lusa 2 de Julho de 2020 às 13:35
Alerta em Reguengos com 62 casos positivos do novo coronavírus
Alerta em Reguengos com 62 casos positivos do novo coronavírus
Profissionais de Saúde das Forças Armadas vão continuar a prestar apoio "enquanto for necessário" aos idosos do lar de Reguengos de Monsaraz (Évora), onde surgiu um surto de covid-19, revelou hoje à agência Lusa fonte militar.

"Vamos continuar no lar, a prestar apoio, enquanto for necessário", afirmou fonte do Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA), contactada hoje pela Lusa.

Na sexta-feira da semana passada, em comunicado, o EMGFA divulgou que 15 profissionais de Saúde do Hospital das Forças Armadas em Lisboa, incluindo médicos e enfermeiros, iriam dar apoio ao Lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS), em Reguengos de Monsaraz, onde existe um foco de covid-19, detetado no dia 18 de junho.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários