Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Família de orcas visita mar do Algarve

Cetáceos foram vistos a três milhas da costa atrás de cardumes de atuns.
Rui Pando Gomes 27 de Julho de 2020 às 01:30
Família de orcas visita Algarve
Família de orcas visita Algarve
André Dias da empresa Wildwatch promove passeios para observar cetáceos junto à costa algarvia
Família de orcas visita Algarve
Família de orcas visita Algarve
André Dias da empresa Wildwatch promove passeios para observar cetáceos junto à costa algarvia
Família de orcas visita Algarve
Família de orcas visita Algarve
André Dias da empresa Wildwatch promove passeios para observar cetáceos junto à costa algarvia
Uma família de quatro orcas foi avistada ao largo da costa algarvia, entre Carvoeiro e Ferragudo. Os mamíferos de grandes dimensões foram avistados por vários turistas a bordo de embarcações de observação de cetáceos.

O avistamento foi feito no sábado, a cerca de três milhas (5,5 km) da costa, entre Carvoeiro e Ferragudo. Foi identificado um macho, uma fêmea, um juvenil e uma cria. “Foi um dos avistamentos mais espetaculares que já fizemos, porque as orcas estiveram mesmo junto ao nosso barco e até olharam para nós”, recordou ao CM André Dias, da empresa Wildwatch Algarve, que promove passeios para observação de cetáceos. Os mamíferos seguiram em direção a sudoeste e foram avistados por turistas noutras embarcações. “O macho devia ter entre 8 e 9 metros e passou por baixo do nosso barco”, recordou Júlio Lourenço, da empresa Allboat.

A aproximação à costa é feita, normalmente, quando procuram comida. “O atum é a presa deste grupo de orcas, sendo que quando está ondulação de Sueste também se aproximam mais da costa atrás das suas presas”, explicou ao CM o biólogo marinho André Dias.

As orcas são superpredadores e comem entre 60 e 100 quilos de peixe por dia, o que as obriga a fazerem grandes viagens à procura de comida. Esta família de quatro elementos foi depois avistada em Sagres.

Falsas baleias são da família dos golfinhos
As orcas são apelidadas de baleias assassinas, mas nem são baleias, nem assassinas. "São da família dos golfinhos e só são chamadas de baleias assassinas porque os pescadores espanhóis começaram a chamar-lhes ‘assassinas de baleias’ porque alguns grupos desta espécie capturam baleias de pequeno porte", explicou ao CM André Dias. As orcas que visitam o Algarve comem, essencialmente, atuns e não são perigosas para os humanos.

SAIBA MAIS
9
toneladas é o peso a que pode chegar uma orca macho, que pode ter cerca de nove metros de comprimento.

Em todos os oceanos
A orca é o segundo mamífero com maior área de distribuição geográfica, logo a seguir ao homem, e pode ser encontrada em todos os oceanos.
Algarve Carvoeiro Ferragudo André Dias interesse humano animais questões sociais ciência e tecnologia
Ver comentários