Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Funcionárias de creches em Odemira testadas ao coronavírus

A partir de sexta-feira são testados os funcionários e utentes dos lares.
Joaquim Bernardo 13 de Maio de 2020 às 16:18
Funcionárias de creches em Odemira testadas ao coronavírus
Funcionárias de creches em Odemira testadas ao coronavírus
Funcionárias de creches em Odemira testadas ao coronavírus
Funcionárias de creches em Odemira testadas ao coronavírus
Funcionárias de creches em Odemira testadas ao coronavírus
Funcionárias de creches em Odemira testadas ao coronavírus
Funcionárias de creches em Odemira testadas ao coronavírus
Funcionárias de creches em Odemira testadas ao coronavírus
Funcionárias de creches em Odemira testadas ao coronavírus

Arrancou esta terça-feira em Odemira, o programa de testagem preventivo à Covid-19 em creches, promovido pelo Ministério do Trabalho e Segurança Social, Universidade do Algarve e coordenado pela Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA).

Na próxima sexta-feira, dia 15 de maio, são testados em Grândola os funcionários das creches dos concelhos de Sines, Santiago do Cacém, Grândola e Alcácer do Sal.

De acordo com Deolinda Seno Luís, vereadora da Câmara Municipal de Odemira, município onde a operação começou "foram ontem testadas as 74 colaboradoras das três instituições que têm a valência de creches no concelho de Odemira, nomeadamente o Jardim de Infância Nossa Senhora da Piedade (Odemira), Os Calculinhos (São Teotónio) e o Lápis de Cor (Vila Nova de Milfontes), que por decisão do governo vão abril no dia 18 de maio".

Na próxima semana serão testadas todas as colaboradoras do ensino pré-escolar, público e privado dos cinco concelhos cuja abertura está prevista para o dia 1 de junho.

A partir de sexta-feira, começa em São Luís, "a operação de testagem dos 363 utentes e dos 299 funcionários das 10 extensões residências (lares) que existem no concelho. Nomeadamente uma estrutura ligada à deficiência, uma Unidade de Cuidados Continuados e oito ligadas ao envelhecimento" explicou Deolinda Seno Luís.

Os testes são realizados por equipas do Centro Académico de Investigação e Formação Biomédica do Algarve - Algarve Biomedical Center (consórcio do Centro Hospitalar Universitário do Algarve e da Universidade do Algarve).

Uma operação que conta com a parceria da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL) e que vai estender-se nos próximos dias aos concelhos de Sines, Santiago do Cacém, Grândola e Alcácer do Sal.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)