Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Governantes dos países europeus solidários com França deixam mensagem contra terrorismo

António Costa diz estar solidário com povo francês por "uma Europa unida contra o ódio".
Correio da Manhã 29 de Outubro de 2020 às 12:33
Na sequência dos dois ataques em solo francês e um na Arábia Saudita, durante a manhã desta quinta-feira, que provocaram vários feridos e pelo menos três mortos, foram já vários os governantes dos países europeus a mostrarem-se solidários com França.

O primeiro-ministro português, António Costa, escreveu através da rede social Twitter que estes ataques reforçam a determinação em manter os países europeus unidos contra o ódio.

"Estamos solidários com a França. O terrível ataque na Catedral de Nice reforça a nossa determinação em manter a Europa unida contra o ódio, na defesa da liberdade e da tolerância", lê-se.



Também o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse estar chocado com o ataque bárbaro à Basílica de Notre-Dame, em Nice.

"Fiquei chocado ao ver a notícia de Nice, esta manhã, de um ataque bárbaro à Basílica de Notre-Dame. Os nossos pensamentos estão com as vítimas e suas famílias, e o Reino Unido está firmemente ao lado da França contra o terror e a intolerância", lê-se.


Ver comentários