Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Governo dos Açores anuncia 45 milhões de euros para medidas de apoio às empresas

Vai ser criado um "complemento regional" ao 'lay-off' simplificado.
Lusa 30 de Março de 2020 às 21:11
Dinheiro
Dinheiro FOTO: Getty Images
O Governo dos Açores irá antecipar a liquidez das empresas e criar um "complemento regional" ao 'lay-off' simplificado, duas medidas no valor de 45 milhões de euros para fazer face à pandemia de covid-19, foi hoje anunciado.

"No caso da medida antecipação de liquidez às empresas para apoiar a manutenção do emprego, além de outros apoios previstos, contempla uma ajuda financeira correspondente a 90% do salário mínimo regional por cada trabalhador da empresa", lê-se na nota de imprensa enviada pela vice-presidência do executivo regional, liderada por Sérgio Ávila.

A segunda medida diz respeito à criação de um complemento regional ao 'lay-off' simplificado (que permite a redução temporária do período normal de trabalho ou a suspensão de contrato de trabalho).

"Relativamente ao complemento regional ao 'lay-off' simplificado para a manutenção de emprego, a região assume a quase totalidade da componente do vencimento dos trabalhadores que no resto do país é assumida pelas empresas", assinala o comunicado.

As duas iniciativas pretendem garantir a "manutenção dos postos de trabalho" na região, adianta a mesma nota, esclarecendo que implicam um investimento de cerca de 45 milhões de euros nos próximos três meses.

Citado na nota de imprensa, Sérgio Ávila diz tratar-se de um "enorme esforço" do Governo Regional, liderado pelo socialista Vasco Cordeiro, que permite às empresas do arquipélago reunir "todas as condições para não procederem a despedimentos" durante os próximos três meses.

O comunicado frisa que as medidas permitem que as empresas regionais não recorram "a linhas de crédito bancário para assegurar os vencimentos dos seus funcionários".

Os Açores têm atualmente 47 casos confirmados da covid-19 (18 em São Miguel, nove na Terceira, oito no Pico, sete em São Jorge e cinco no Faial), sendo que 10 pessoas estão internadas nos três hospitais da região, mas apenas um está na unidade de cuidados intensivos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 750 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 36 mil.

Dos casos de infeção, pelo menos 148.500 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 140 mortes, mais 21 do que na véspera (+17,6%), e 6.408 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 446 em relação a domingo (+7,5%).

Açores Sérgio Ávila Governo dos Açores economia negócios e finanças política governos regionais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)