Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Governo prolonga prazo das moratórias de crédito até setembro de 2021 devido à Covid-19

Moratórias bancárias, que suspendem o pagamento das prestações dos empréstimos bancários, já tinham sido alargadas pelo Governo.
Lusa 24 de Setembro de 2020 às 14:44
Pandemia da Covid-19 em Lisboa
Pandemia da Covid-19 em Lisboa FOTO: Getty Images
O Conselho de Ministros decidiu hoje prolongar por mais seis meses, até 30 de setembro de 2021, o prazo das moratórias de crédito às famílias e empresas que terminava em 31 de março.

"As medidas excecionais de proteção dos créditos das famílias, empresas, instituições particulares de solidariedade social, e demais entidades da economia social, passam a vigorar até 30 de setembro de 2021", refere o comunicado emitido no final do Conselho de Ministros que também decidiu prolongar até 14 de outubro a declaração de situação de emergência em todo o país.

As moratórias bancárias, que suspendem o pagamento das prestações dos empréstimos bancários (capital e/ou juros), já tinham sido alargadas pelo Governo até 31 de março de 2021, que agora decidiu novo prolongamento por mais seis meses.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Conselho de Ministros Governo economia negócios e finanças política banca
Ver comentários