Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Grândola exige obras no quartel da GNR

Estado reconheceu urgência em resolver esta situação.
Joaquim Bernardo 13 de Fevereiro de 2020 às 11:53
Grândola exige obras no quartel da GNR
Grândola exige obras no quartel da GNR FOTO: Joaquim Bernardo

O presidente da Câmara de Grândola, António Figueira Mendes, reuniu ontem com o secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, onde exigiu uma "urgente intervenção" nas instalações da GNR em Grândola e a construção de um Posto da Guarda, em Melides.

"Estas instalações são muito antigas e apresentam atualmente um elevado estado de degradação, pouco condizentes com a importância e a relevância do papel desempenhado pela GNR e pelos seus agentes", vincou António Figueira Mendes no final do encontro com Antero Luís.

"Primeiro a proposta passava por instalar a GNR numas instalações da Infraestruturas de Portugal, mas o governo parece mais interessado em requalificar as atuais instalações que são propriedade da autarquia, seja uma ou outra opção tem o nosso apoio" referiu o autarca.

O autarca disse ainda que, "tendo em conta a situação precária das instalações e de forma a resolver no imediato a situação", a Câmara de Grândola disponibilizou, "temporariamente, uma moradia para alojamento de alguns elementos dos efetivos" da corporação.

Para a aldeia de Melides foi apresentada a "necessidade de construção do posto da GNR que há muito está previsto na sua lei orgânica e que com o desenvolvimento daquela zona faz todo o sentido para que as populações se sintam mais seguras" assegurou Figueira Mendes.

Segundo Figueira Mendes, o secretário de Estado reconheceu "a urgência em resolver esta situação", tendo ficado de apresentar ao Município "uma proposta para a sua resolução".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)