Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Grávidas de Beja continuam sem Urgência de obstetrícia até 7 de outubro

Em causa está a falta de médicos devido ao surto de Covid-19 que já infetou 31 profissionais.
António Lúcio 29 de Setembro de 2020 às 15:09
Hospital de Beja
Hospital de Beja FOTO: Direitos Reservados

A urgência de ginecologia e obstetrícia do hospital de Beja vai continuar fechada até dia 7 de outubro.

Em causa está a falta de médicos devido ao surto de Covid-19 que já infetou 31 profissionais: 14 enfermeiros, nove médicos, cinco assistentes operacionais, dois assistentes técnicos e um técnico de diagnóstico e terapêutica.

Devido ao surto e à "consequente falta de médicos da especialidade" para preencher as escalas, o Serviço de Urgência de Ginecologia e Obstetrícia do hospital de Beja vai manter-se "temporariamente" fechado até às 8 horas de dia 7 de outubro, explica a ULSBA- Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo.

Enquanto o serviço estiver fechado, não há atendimento de ginecologia e obstetrícia a utentes provenientes do exterior, mas o internamento na especialidade mantém-se a funcionar para as internadas naquela unidade hospitalar.

As grávidas que necessitem de se deslocar ao serviço de urgência serão encaminhadas para os hospitais públicos mais próximos.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Beja hospital urgência saúde obstetrícia outubro
Ver comentários