Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Bastonário dos médicos afirma que operação PJ é "coincidência estranha"

Miguel Guimarães considera "estranho" investigação ter sido tornada pública no dia de arranque de greve de médicos e enfermeiros.
Lusa 2 de Julho de 2019 às 16:13
Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos 
Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos
Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos 
Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos
Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos 
Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos

O bastonário dos Médicos apela a que não se lance "uma mancha" sobre os profissionais do SNS, considerando uma "coincidência estranha" a divulgação da operação da Polícia Judiciária no dia em que arrancaram greves no setor da saúde.

"Nós não podemos confundir a árvore com a floresta. O nome das pessoas que todos os dias fazem na prática o Serviço Nacional de Saúde não pode ser manchado por uma pequeníssima minoria que possa eventualmente prevaricar", afirmou Miguel Guimarães.

Contactado pela agência Lusa sobre a operação a fraudes no SNS esta terça-feira em curso, o bastonário da Ordem dos Médicos admitiu que considera "estranho" esta investigação ter sido tornada pública esta terça-feira, dia de arranque de greve de médicos e enfermeiros.

Ver comentários