Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Grupo 'Médicos pela Verdade' despede-se em comunicado e suspende redes sociais

Movimento sempre contestou a gravidade da Covid-19.
Correio da Manhã 9 de Fevereiro de 2021 às 10:32
Médicos
Médicos
O grupo 'Médicos Pela Verdade' suspendeu este domingo as suas redes sociais, bem como o site que o apoiava, despedindo-se através de um comunicado onde foi anunciada a decisão de abandonar o espaço público, decisão se prende com perseguição aos seus membros.

Recorde-se que o movimento contestou sempre a gravidade da pandemia da Covid-19, que já matou mais de 14 mil pessoas em Portugal em menos de um ano.

Leia o comunicado:
"Cremos que esta página e o site, que a espelha, tiveram um importante papel no despertar de consciências através de artigos de revisão de trabalhos científicos de alta qualidade, através de propostas e de alternativas à política sanitária vigente e também através de artigos de opinião em que abrimos as nossas almas e os nossos corações, sem armaduras e com toda a franqueza.

A nossa vontade e a nossa determinação em divulgar ciência e em expor alternativas continuam vivas e irão seguir em frente mas o ambiente concentracionário e repressivo em que vivemos e que vem sendo acentuado desde a nossa fundação, aconselha a que por ora não se vá mais além neste formato. Vamos suspender a nossa página e o nosso site até que sejamos todos livres de novo.

Todos, mesmo aqueles que não o querem ou não o sabem ser. Porque a liberdade é como o ar, respira-se; porque o pensamento é livre e porque o verbo é a mais poderosa das armas e o verdadeiro portador da luz, continuaremos do vosso lado doutra forma com outra tática mas sempre com a determinação e coerência que nos caracterizam".
Médicos Pela Verdade política covid19 pandemia
Ver comentários