Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Há testes rápidos ao coronavírus que só detetam anticorpos 7 a 10 dias após infeção

Alerta foi feito pelo presidente do Instituto Ricardo Jorge.
Lusa 26 de Março de 2020 às 14:52
Coronavírus
Coronavírus FOTO: EPA/RONALD WITTEK
O presidente do Instituto Ricardo Jorge alertou esta quinta-feira que há testes rápidos para a covid-19 que apenas detetam anticorpos entre sete a 10 dias após a infeção, sendo necessário ser criterioso no tipo de teste escolhido para detetar casos positivos.

"Se quisermos usar outro tipo avaliação, testes rápidos de base sorológica, em que se detetam os anticorpos desenvolvidos em contacto com a infeção, temos de ser criteriosos na utilização destes testes rápidos. Há testes que só detetam anticorpos entre sete a 10 dias após a infeção", explicou Fernando Almeida, na conferência de imprensa diária para fazer o ponto da situação da pandemia de covid-19 em Portugal.

Questionado sobre se os testes rápidos são fiáveis na deteção de casos positivos e se estes poderiam ser uma estratégia a usar em casos de lares e outras instituições, públicas ou não, Fernando Almeida respondeu: "Quando queremos vigiar e fazer estudos de sequenciação e identificação de genes para diagnóstico, usamos os testes clássicos".

Fernando Almeida saúde coronavírus vírus testes coronavírus
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)