Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Helicóptero da Força Aérea ativado para busca e salvamento de jovem de Melgaço

Homem de 26 anos "escorregou e caiu" ao rio Minho esta terça-feira.
Lusa 1 de Abril de 2020 às 10:45
Helicóptero da Força Aérea
Helicóptero da Força Aérea FOTO: Hugo Rainho
Um helicóptero da Força Aérea Portuguesa (FAP) foi ativado para participar nas operações de busca e salvamento de um jovem que caiu ao rio Minho, na terça-feira, em Melgaço, disse hoje o capitão do Porto de Caminha, Pedro Costa.

Contactado pela agência Lusa, o capitão do porto e comandante da Polícia Marítima (PM) de Caminha, no distrito de Viana do Castelo, adiantou que a chegada do meio aéreo "está prevista para a manhã de hoje, para reforçar o dispositivo que já se encontra no terreno desde as 08:15".

"O helicóptero irá bater a zona desde o início do troço internacional, na confluência do rio Trancoso com o rio Minho, até á torre da Lapela, em Monção", explicou.

Pedro Costa explicou que as buscas estão a decorrer na freguesia de Remões, zona do rio onde o jovem de 26 "foi visto pela última vez".

"Nesta zona é impossível a prática de mergulho, o rio corre muito. Estamos a fazer as buscas à superfície e apeadas, contando com a ajuda do helicóptero", especificou Pedro Costa.

Nas operações estão envolvidos dois botes, com dois operacionais cada, um da PM de Caminha e outro da Armada espanhola.

Nas margens, apeados, segundo Pedro Costa, estão mobilizados do lado português nove operacionais dos bombeiros de Melgaço e, na Galiza, 10 elementos da Guardia Civil.

A operação de busca e salvamento visam encontrar de um jovem que caiu na terça-feira, pelas 18:20, ao rio Minho, em Melgaço.

Já na terça-feira, o capitão do porto e comandante da PM de Caminha afirmou que hoje as operações de busca contarão com a participação de uma embarcação da Armada espanhola.

Do lado português, adiantou Pedro Costa, vão estar mobilizados meios da capitania e da PM de Caminha, dos bombeiros e da GNR.

No total, estarão envolvidos 14 operacionais e duas embarcações de busca em superfície e junto às margens do rio internacional.

O acidente ativou, como é habitual naquela zona transfronteiriça, o projeto ARIEM+ - Assistência Recíproca Inter-regional em Emergências e Riscos Transfronteiriços.

Os objetivos do ARIEM+ incluem a criação de uma Rede de Comando Operacional Único para a gestão conjunta de recursos humanos e materiais em situações de risco que melhorem a gestão e coordenação de emergências no local.

Na terça-feira, o jovem de 26 anos "escorregou e caiu" quando "passeava" junto ao rio internacional, na freguesia de Remoães, no concelho de Melgaço.

De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo "o alerta foi dado por uma pessoa que acompanhava o jovem no passeio junto ao rio".

A mesma fonte adiantou que "a pessoa que acompanhava o jovem informou que o mesmo terá escorregado, acabando por cair nas águas do rio Minho".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)