Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Hospital de Santarém com 21 médicos infetados com Covid-19 e 50 em isolamento

Piso onde funciona o serviço de "medicina não covid" foi encerrado e desinfetado.
Lusa 22 de Outubro de 2020 às 11:12
Hospital de Santarém
Hospital de Santarém FOTO: CMTV
O Hospital de Santarém tem 21 profissionais infetados com o novo coronavírus que provoca a doença covid-19 e outros 50 foram colocados em isolamento profilático, disse hoje à Lusa a presidente do Conselho de Administração.

Sublinhando que "os serviços, por enquanto, estão todos assegurados", Ana Infante adiantou que o piso onde funciona o serviço de "medicina não covid" foi encerrado e desinfetado, estando 24 profissionais desta área (entre médicos, enfermeiros e assistentes) isolados nas suas residências após terem resultado positivo no teste.

A presidente do Conselho de Administração do HDS afirmou que todos os doentes foram transferidos para outras enfermarias e que as equipas de enfermagem foram reformuladas e distribuídas, com recurso a elementos de outros serviços, "onde faziam menos falta".

"Estão a ser seguidas as normas da Direção-Geral da Saúde", disse, sublinhando que serão as entidades de Saúde Pública a gerir "quem e quando volta ao trabalho".

Na terça-feira, o HDS divulgou um comunicado dando conta da existência de 15 profissionais infetados com o vírus que provoca a covid-19: 10 enfermeiros, três assistentes operacionais, um médico e uma assistente técnica.

Os casos foram conhecidos na sequência de uma despistagem a "todos os contactos de risco", realizada depois de ser conhecido um caso de infeção de um profissional do serviço de Medicina, situação que levou também à "descontaminação profunda" dos espaços.

A administração afirmava ainda ter procedido à "reorganização e distribuição das equipas de enfermagem e dos doentes internados".

Ana Infante adiantou que o HDS tem 27 pessoas internadas com covid-19, das quais 24 em enfermaria dedicada e três na unidade de cuidados intensivos.

Alertando para o facto de que "ainda há muita população que não cumpre" as medidas de prevenção, o HDS emitiu na quarta-feira um apelo a que, antes de se dirigirem ao hospital, os cidadãos "liguem primeiro para a Linha Saúde 24, através do número 808 24 24 24".

Por outro lado, apelou ao cumprimento das medidas de prevenção, como usar máscara, tossir para um lenço, papel ou braço, manter o distanciamento social, lavar frequentemente as mãos, usar álcool gel e tomar a vacina da gripe.

Portugal contabiliza pelo menos 2.229 mortos associados à covid-19 em 106.271 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).


 

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários