Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Leilão angaria verba contra esclerose lateral amiotrófica

Os fundos recolhidos vão ser aplicados no estudo de perfis de ADN dos doentes.
16 de Novembro de 2014 às 15:17
A doença mereceu uma campanha internacional que envolvia banhos gelados. Mourinho também participou
A doença mereceu uma campanha internacional que envolvia banhos gelados. Mourinho também participou FOTO: Direitos Reservados

A presença de mais de 300 pessoas no jantar-leilão promovido no sábado, no Porto, pela Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica (APELA), permitiu angariar 30 mil euros para o combate à doença, revelou este domingo fonte da organização.

Segundo José Carlos Oliveira, sócio da APELA e promotor da iniciativa, a venda das obras de Álvaro Siza Vieira, Nadir Afonso, Armanda Passos, Souto Moura, Cargaleiro e Júlio Pomar, entre outros artistas cujos trabalhos foram a leilão, resultou num total de cerca de 25 mil euros.

Os restantes cinco mil euros foram obtidos com as receitas do jantar realizado na Casa da Música (cujo custo era de 50 euros, revertendo metade a favor da causa) e dos consumos de bar.

Os fundos recolhidos serão aplicados no estudo de perfis de ADN dos doentes, cujo valor unitário é de 1.950 euros, no âmbito de um projeto internacional - o ProjectMinE - que integra vários países europeus, os Estados Unidos da América, a Austrália e Israel, e cujo objetivo é descobrir a causa genética da doença, para que, a partir daí, se possam desenvolver possibilidades de cura.

Atualmente sem cura, a esclerose lateral amiotrófica afeta cerca de 400 a 500 pessoas em Portugal e um total de 200.000 a nível mundial, sendo que, segundo a APELA, "só recentemente a indústria farmacêutica se começou a interessar por esta doença".

Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica Porto leilão
Ver comentários