Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Liga Portuguesa estima que mais de mil cancros estão por diagnosticar

Rastreios à doença estão "praticamente parados".
Lusa 26 de Janeiro de 2021 às 15:12
Mulher com cancro
Mulher com cancro FOTO: Getty Images
Mais de mil cancros do colo do útero, da mama e do colorretal estão por diagnosticar, estimou esta terça-feira a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), alertando que as conquistas feitas nesta área foram "muito abaladas".

Tendo em conta a paragem de três meses do rastreio do cancro da mama, que no caso da região Norte foi de seis meses, e dos rastreios dos tumores do colo do útero e do colorretal estarem "praticamente parados", o presidente da LPCC, Vítor Rodrigues, estima que "mais de um milhar de cancros, neste momento, têm atraso no diagnóstico".

Esta situação irá acarretar "a médio e a longo prazo" a "diminuição da sobrevida global", que estava gradualmente a aumentar, bem como "a qualidade de vida porque os cancros eram diagnosticados mais cedo", disse Vítor Rodrigues, que falava à agência Lusa a propósito do Dia Mundial do Cancro, assinalado a 04 de fevereiro.

Liga Portuguesa Contra o Cancro Vítor Rodrigues LPCC saúde doenças cancro
Ver comentários