Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Linha do Douro volta a ser cortada após choque de comboio com uma pedra

Choque levou a que um dos conjuntos de rodas (bogie) de uma das composições do comboio se desencaixasse, provocando a sua imobilização.
Lusa 22 de Dezembro de 2019 às 19:34
Linha ferroviária
Linha ferroviária
Linha ferroviária
Linha ferroviária
Linha ferroviária
Linha ferroviária
A linha do Douro está interrompida desde as 18h40 deste domingo, entre Ermidas e Aregos, devido ao choque de um comboio regional com uma pedra que se encontrava na via, informou a Infraestruturas de Portugal (IP). Fonte da IP explicou à Lusa que o choque levou a que um dos conjuntos de rodas (bogie) de uma das composições do comboio se desencaixasse, provocando a sua imobilização.

"Neste momento a nossa prioridade é retirar todos os passageiros e iniciar os trabalhos de reparação. Não sabemos quanto tempo irá demorar", referiu a mesma fonte, ressalvando que deste incidente não resultaram feridos. A Linha do Douro já tinha sofrido cortes nos últimos dias devido ao mau tempo resultante das depressões Elsa e Fabien.

Os fortes efeitos do mau tempo, que se fizeram sentir desde quarta-feira, já provocaram dois mortos, um desaparecido, deixaram 144 pessoas desalojadas e 320 pessoas deslocadas por precaução, registando-se mais de 11.200 ocorrências no continente português, na maioria inundações e quedas de árvore. Só no sábado, registaram-se mais de 1.700 ocorrências.

O mau tempo provocado pela depressão Elsa, entre quarta e sexta-feira, a que se juntou no sábado o impacto da depressão Fabien, provocou também condicionamentos na circulação rodoviária, bem como danos na rede elétrica, afetando a distribuição de energia a milhares de pessoas, em especial na região Centro.
Lusa Douro Aregos Ermidas Portugal Infraestruturas IP Linha Elsa Fabien questões sociais meteorologia
Ver comentários