Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Livre circulação entre Portugal e Espanha está de regresso

Passageiros provenientes dos PALOP e EUA obrigados a fazer teste.
Paulo João Santos 2 de Julho de 2020 às 08:57
Foram muitos os portugueses e espanhóis que esta quarta-feira cruzaram a fronteira. O regresso possível à ‘nova normalidade’
Os Verdes e amantes da festa brava foram à cerimónia para protestar: contra o nuclear e as regras para espetáculos tauromáquicos
Foram muitos os portugueses e espanhóis que esta quarta-feira cruzaram a fronteira. O regresso possível à ‘nova normalidade’
Os Verdes e amantes da festa brava foram à cerimónia para protestar: contra o nuclear e as regras para espetáculos tauromáquicos
Foram muitos os portugueses e espanhóis que esta quarta-feira cruzaram a fronteira. O regresso possível à ‘nova normalidade’
Os Verdes e amantes da festa brava foram à cerimónia para protestar: contra o nuclear e as regras para espetáculos tauromáquicos
Três meses e meio depois, portugueses e espanhóis voltam a cruzar livremente a fronteira, mas sem esquecer as regras sanitárias que vigoram em ambos os países.

"Os portugueses que forem a Espanha têm de cumprir em Espanha as regras e as normas de sanidade que existem em Espanha, e os espanhóis que venham a Portugal são bem-vindos e têm de cumprir em Portugal as normas sanitárias que nós temos em Portugal", alertou António Costa, em Elvas, na cerimónia oficial de reabertura das fronteiras, que contou com a presença do seu homólogo, Pedro Sánchez , assim como do rei de Espanha, Felipe VI, e do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. A reabertura das fronteiras é vista pelos dois países como fundamental para reativar o turismo, um setor praticamente estagnado desde o início da pandemia.

Foi uma cerimónia simples, sem foguetes nem folclore, mas não isenta de polémica. Motivo: a dada altura, Costa abandonou a língua de Camões e expressou-se no melhor castelhano, o que lhe valeu, de imediato, críticas nas redes sociais.

A par da abertura das fronteiras terrestres entre Portugal e Espanha, foram prorrogadas várias medidas restritivas relativamente ao espaço aéreo, com novas orientações e determinadas exceções. Assim, e até às 23h59 do dia 15 de julho, está autorizado o tráfego aéreo "com destino e a partir de Portugal de todos os voos de e para países que integram a UE, dos países associados ao Espaço Schengen (Liechtenstein, Noruega, Islândia e Suíça) e do Reino Unido".

Ao invés, mantém-se interdito o espaço aéreo com destino e a partir de Portugal de todos os voos de e para países que não integram a UE, "ou que não são países associados do Espaço Schengen. Duas exceções, para viagens essenciais: os voos com origem em países de expressão oficial portuguesa, embora do Brasil só sejam admitidos voos provenientes de e para São Paulo ou de e para o Rio de Janeiro; assim como os voos com origem nos EUA. Os passageiros de voos provenientes dos PALOP e dos EUA têm de apresentar, no momento da partida, comprovativo de teste à Covid-19, com resultado negativo, realizado nas últimas 72 horas antes do embarque, sob pena de ser recusada a entrada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)