Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

"Macaca": Jogadora de 14 anos do Sporting foi vítima de racismo e ainda acabou expulsa

Cíntia Martins ouviu um adepto chamar-lhe “macaca”. Reagiu e foi expulsa, mas a árbitra não se apercebeu do insulto.
Rogério Chambel 25 de Janeiro de 2022 às 08:40
Cíntia Martins ouviu um adepto chamar-lhe “macaca”. Reagiu e foi expulsa, mas a árbitra não se apercebeu do insulto.
Cíntia Martins ouviu um adepto chamar-lhe “macaca”. Reagiu e foi expulsa, mas a árbitra não se apercebeu do insulto. FOTO: Direitos Reservados
Uma jogadora da equipa de futebol de sub-15 do Sporting foi vítima de racismo. No domingo, no jogo entre a equipa de sub-15 do Sporting e a Fundação Salesianos, Cíntia Martins, 14 anos, ouviu um adepto da equipa adversária chamar-lhe "macaca". A jovem jogadora respondeu ao adepto, mas a árbitra não se apercebeu do que tinha acontecido antes e expulsou-a.

Paulo Conceição, o treinador, também não se apercebeu. "Se tivesse ouvido tal comentário, não teria continuado o jogo. Foi a primeira vez que me senti impotente, sem saber o que fazer. As suas colegas foram ao seu encontro para a abraçar e confortar. Jogaram a segunda parte quase toda com menos uma, por ela", relata Paulo Conceição, enaltecendo a "intensidade" e "caráter" da sua equipa. "Perdemos o jogo, mas a vitória foi outra e muito mais importante que os três pontos", sublinha. "Ninguém deve ser julgado pela sua idade, género, orientação sexual ou tom de pele, muito menos uma criança de 14 anos", afirma.

O Sporting também reagiu. "Cíntia Martins foi vítima de racismo por parte de adeptos adversários, durante o jogo das Iniciadas. O Sporting repudia qualquer ato de racismo. Nesta luta, nunca estarás sozinha", lê-se numa nota divulgada nas redes sociais.

A Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência no Desporto (APCVD) vai abrir processo para investigar o caso. O adepto arrisca ser banido dos estádios.
Cíntia Martins Sporting Paulo Conceição Fundação Salesianos desporto futebol
Ver comentários