Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

MAI admite manter fronteiras entre Portugal e Espanha fechadas até ao fim de junho

Governante sublinhou que "não faz sentido reatar a fronteira terrestre enquanto em Espanha existir uma situação epidemiológica que exige acompanhamento e enquanto existir uma quarentena interna".
Lusa 2 de Junho de 2020 às 14:02
Eduardo Cabrita
Eduardo Cabrita
Eduardo Cabrita
Eduardo Cabrita
Eduardo Cabrita
Eduardo Cabrita
Eduardo Cabrita
Eduardo Cabrita
Eduardo Cabrita
O ministro da Administração Interna admitiu esta terça-feira manter encerradas as fronteiras terrestres e aérea com Espanha, enquanto existir uma quarentena interna no país vizinho.

"Nós, neste momento, temos a fronteira terrestre encerrada até 15 de junho. Iremos analisando essa situação. Eu admito que, se as próprias autoridades espanholas já disseram que antes de 01 de julho não haverá liberdade de circulação, provavelmente temos de manter encerrada a fronteira terrestre todo este mês de junho", afirmou Eduardo Cabrita, em declarações aos jornalistas à margem da cerimónia de inauguração da Esquadra da PSP de Cedofeita, no Porto.

O governante sublinhou que "não faz sentido reatar a fronteira terrestre enquanto em Espanha existir uma situação epidemiológica que exige acompanhamento e enquanto existir uma quarentena interna".

MAI Portugal Espanha economia negócios e finanças política tecnologias de informação segurança fronteiras
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)