Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Manchas na língua? Especialista alerta para novo sintoma da Covid-19

"Uma em cada cinco pessoas apresenta sintomas menos comuns", alertou Tim Spector.
Beatriz Madaleno de Assunção(beatrizassuncao@cmjornal.pt) 14 de Janeiro de 2021 às 17:50
'Língua Covid', o alerta dos especialiistas para o novo sintoma da infeção
'Língua Covid', o alerta dos especialiistas para o novo sintoma da infeção FOTO: Direitos Reservados/ Twitter

Foi identificado mais um sintoma da infeção de Covid-19. O epidemiologista do King's College London publicou esta quarta-feira uma imagem a mostrar uma 'Língua Covid', revelando desta forma mais um sintoma do vírus SARS-CoV-2.

O especialista deixou alerta num momento em que há cada vez mais pessoas infetadas com o vírus, levando a que muitos países do mundo estejam a voltar ao confinamento geral.

Segundo o líder do estudo Covid Symptom Study App, uma em cada cinco pessoas tem indicadores menos comuns da doença.

"Uma em cada cinco pessoas com Covid apresenta sintomas menos comuns que não aparecem na lista oficial", afirmou Tim Spector através de uma publicação no Twitter. O especialista avançou que se tem verificado um aumento crescente de 'línguas covid' e úlceras orais.

Os quatro sintomas da nova variante da Covid-19 que não deve ignorar
O aparecimento e propagação da nova variante de Covid-19 está a deixar o Mundo em estado de alerta. 
 
O Centro de Prevenção de Controlo e Doenças (CDC), nos EUA, recomenda que as pessoas que desenvolvam determinados sintomas procurem um médico uma vez que, de acordo com a organização governamental, estes podem provocar danos severos.

Embora a nova estirpe tenha surgido no Reino Unido, em poucos meses já atingiu pessoas em vários países do mundo.

Sintomas persistem nos recuperados da doença
Cerca de 25% a 30% das pessoas que tiveram covid-19 mantêm sintomas além de oito meses após a recuperação, o que transforma esta doença numa patologia crónica, segundo um estudo divulgado esta terça-feira pelo epidemiologista Henrique Barros.

O inquérito, que foi apresentado na reunião no Infarmed sobre a "Situação epidemiológica da Covid-19 em Portugal", envolveu uma amostra de quase 2.000 mil doentes seguidos no Centro Hospitalar de São João no Porto, dos quais cerca de 20% foram internados e os outros foram seguidos sempre em ambulatório.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 SARS-CoV-2 Língua Covid Covid Symptom Study App saúde London pandemia doença
Ver comentários