Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Saiba quantos são os casos de coronavírus em Portugal concelho a concelho

Estatísticas divulgadas pela DGS mostram que o número de concelhos com pelo menos três casos positivos de coronavírus subiu para 97.
27 de Março de 2020 às 16:11

O número de concelhos portugueses com pelo menos 100 casos positivos de infeção pelo novo coronavírus aumentou para 10, mostra o relatório estatístico revelado, esta sexta-feira, 27 de março, pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Na quinta-feira eram sete os concelhos com pelo menos uma centena de casos confirmados.

Com uma subida para 317 casos positivos, e apesar de ser apenas o quarto município mais populoso do país, Porto volta a ser o concelho com maior número, agora seguido por Lisboa (284) e Vila Nova de Gaia, ambos acima das duas centenas.

Os 10 concelhos mais afetados pela pandemia somam um total de 1.783 casos confirmados, mais de metade dos cerca de 3 mil que estão distribuídos geograficamente pela DGS

Já o número total de casos confirmados avançou hoje para 4.268, o que representa um aumento de 20,4% (724 em termos absolutos) face aos 3.544 casos observados esta quinta-feira. Contudo, nem todos estes casos são distribuídos por concelho nos dados reportados pela DGS.

O número de concelhos com, no mínimo, três casos – a DGS, por questões de confidencialidade, apenas revela os concelhos com pelo menos três casos – subiu para 97, mais sete do que ontem e mais 29 do que na quarta-feira.

 

Apesar dos dados não estarem totalmente atualizados, permitem perceber os concelhos portugueses onde a propagação do coronavírus está a ter maior intensidade. No mapa em cima pode clicar em cada município para ver a evolução dos dados de cada concelho.

 

Nos Açores e na Madeira os dados estão a ser revelados por ilha e não por concelho, pelo que não constam neste mapa. No total, o arquipélago da Madeira conta com 21 casos e o dos Açores com 24.

Número de mortos aumenta para 76

O número de vítimas mortais em Portugal devido ao novo coronavírus aumentou para 76, o que traduz uma subida de 16 face a ontem, quando estavam contabilizados 60 óbitos, anunciou a Direção Geral de Saúde (DGS) esta sexta-feira, 27 de março.

Quanto ao número de infetados (casos confirmados), aumentou 20,4% para 4.268. Ontem, o número de infetados tinha subido 18,3% para 3.544, pelo que em termos absolutos a subida de casos foi de 724.

Verifica-se assim uma ligeira aceleração na taxa de crescimento do número de infetados (20,4% contra 18,3% ontem) e na variação em termos absolutos (724 contra 549).

O crescimento do número de mortos em termos absolutos desceu ligeiramente (16 contra 17 ontem), sendo que a taxa de crescimento também baixou (27% contra 40% ontem).

Tendo em conta o número de infetados e de vítimas mortais, a taxa de letalidade está em 1,8%, contra 1,7% ontem. Com o número de mortos a crescer acima dos casos confirmados de infetados, a taxa de letalidade atingiu assim o nível mais elevado desde o início da pandemia, uma tendência que era já expectável e que tinha sido antecipada pela DGS.

Segundo o boletim diário da DGS, há 24 mortos na região de Lisboa e Vale do Tejo, 18 no centro, 33 no Norte e 1 no Algarve. Os Açores, Madeira e Alentejo continuam sem vítimas mortais a lamentar.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)