Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Mau tempo dá tréguas para o Natal

Depois da depressão ‘Elsa’, chega o ‘Fabien’. Desloca-se a norte da Península Ibérica. Traz chuva, vento forte e ondas de sete metros.
João Saramago 21 de Dezembro de 2019 às 01:30
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
Depressão 'Elsa' provoca vários estragos de Norte a Sul do País
A chuva e vento fortes que nas últimas horas atingiram o território do continente, em resultado da circulação de duas depressões - ‘Elsa’ e ‘Fabien’ - vão perder intensidade a partir do final da tarde deste sábado.

A boa notícia, sobretudo para aqueles que vão passar a noite de Consoada às suas terras, é que "a melhoria do estado do tempo irá estender-se até ao Natal", como revelou ao CM Maria João Frada, meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.  


Para este sábado, as previsões apontam para céu geralmente muito nublado, mas "tornando-se gradualmente pouco nublado a partir do meio da tarde", acrescentou a meteorologista. Em resultado da deslocação, a norte da Península Ibérica, da depressão ‘Fabien’, a previsão é para "vento moderado a forte, com rajadas até 90 km/h, em especial no litoral, a partir da manhã, sendo forte nas terras altas com rajadas que podem chegar aos 130 km/h".

Associado ao vento está prevista forte agitação marítima, na Costa Ocidental, com "ondas de oeste, entre 5 e 7 metros de altura, diminuindo para 4 a 5 metros a norte do Cabo Raso, a partir da tarde". Amanhã, o céu estará "geralmente muito nublado, com boas abertas no Alentejo até início da manhã, apresentando-se pouco nublado na costa sul do Algarve.

Nas regiões do Norte e Centro haverá "períodos de chuva ou aguaceiros, em geral fracos, até meio da tarde, que serão de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela". Prevê-se, ainda, uma descida da temperatura mínima, sobretudo nas regiões do Interior Norte.

Rajadas atingem 150 km/h na Serra
Os meteorologistas do Instituto do Mar e da Atmosfera analisaram as condições únicas existentes no Atlântico Norte, desencadeadas pela presença em simultâneo de duas depressões bastantes cavadas: ‘Elsa’, que esta sexta-feira se encontrava sobre as ilhas britânicas, e ‘Fabien’, cuja chegada a Portugal estava prevista para a última madrugada. Numa avaliação das duas depressões, a meteorologista Maria João Frada estima que a depressão ‘Elsa’ seja mais agressiva que depressão ‘Fabien’.

"Elsa levou à conjugação de dois fatores. Por um lado, a agressividade em termos de precipitação, com registo de valores muito elevados em algumas áreas de Norte e Centro. Por outro, fortes rajadas de vento, com o máximo de 150 quilómetros registados na Estação de Pampilhosa da Serra", explicou. O resultado foi que uma boa parte do País ficou debaixo de água. As indicações para os efeitos negativos de "’Fabien’ [que deverão prolongar-se até ao final da tarde? de sábado] prendem-se, sobretudo, com a intensidade do vento, que coloca o território sob aviso laranja", disse Maria João Frada.

Presidente em ligação permanente com o Governo
O Presidente, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta sexta-feira que está em ligação com o Governo, no acompanhamento da situação. "Tenho acompanhado isso em ligação permanente com o senhor ministro da Administração Interna, e através dele com a Proteção Civil", referiu, destacando o trabalho realizado pelas autoridades face ao número de ocorrências.

"Lamentamos perda de vidas humanas"
O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, lamentou os acidentes que provocaram a perda de vidas. "Lamentamos a perda de vidas humanas. É fundamental que se mantenham os comportamentos preventivos que evitem riscos", disse.

Inverno chega na próxima madrugada
O solstício de inverno ocorrerá na próxima madrugada, às 4h19, marcando o início da estação mais fria no hemisfério Norte, divulgou o Observatório Astronómico de Lisboa.

Catorze distritos sob aviso laranja
O vento forte e vagas até sete metros de altura levaram o Instituto Português do Mar e da Atmosfera a colocar este sábado sob aviso laranja catorze distritos do território.

Norte do Atlântico concentra conjunto de depressões
A instabilidade atmosférica que atinge Portugal "resulta de um conjunto de depressões que circulam no Atlântico Norte, nomeadamente a depressão ‘Elsa’, agora, nas ilhas Britânicas e a depressão ‘Fabien’", explicou a meteorologista Maria João Frada.

PORMENORES
Dia 25 sem chuva
As previsões para o dia de Natal afastam a possibilidade de chuva: previsão de nuvens altas no Litoral e céu pouco nublado no Interior do Centro e Norte.

Máxima de vinte graus
Os próximos dias registarão temperaturas superiores ao normal, com máximas de 20 graus no Alentejo e Algarve.

Linhas cortadas
Linha da Beira Alta, entre Mealhada e Mortágua, e Luso e Sta. Comba Dão, e a Linha do Norte, entre a Mealhada e Souselas, e Oliveira do Bairro e Mofogores, estiveram esta sexta-feira cortadas.
Ver comentários