Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Mau tempo deixa aeroporto e hospital alagados

Chuva intensa deixou parte do País debaixo de água.
Patrícia Lima Leitão 17 de Janeiro de 2020 às 08:33
Chuva deixa salas de Hospital de São José em Lisboa alagadas
Chuva deixa salas de Hospital de São José em Lisboa alagadas
Chuva deixa salas de Hospital de São José em Lisboa alagadas
Chuva entope esgoto e condiciona trânsito na Avenida Duque de Loulé em Lisboa
Chuva entope esgoto e condiciona trânsito na Avenida Duque de Loulé em Lisboa
Chuva entope esgoto e condiciona trânsito na Avenida Duque de Loulé em Lisboa
Chuva intensa inundou Rua das Pretas, em Lisboa
Chuva intensa inundou Rua das Pretas, em Lisboa
Chuva deixa salas de Hospital de São José em Lisboa alagadas
Chuva deixa salas de Hospital de São José em Lisboa alagadas
Chuva deixa salas de Hospital de São José em Lisboa alagadas
Chuva entope esgoto e condiciona trânsito na Avenida Duque de Loulé em Lisboa
Chuva entope esgoto e condiciona trânsito na Avenida Duque de Loulé em Lisboa
Chuva entope esgoto e condiciona trânsito na Avenida Duque de Loulé em Lisboa
Chuva intensa inundou Rua das Pretas, em Lisboa
Chuva intensa inundou Rua das Pretas, em Lisboa
Chuva deixa salas de Hospital de São José em Lisboa alagadas
Chuva deixa salas de Hospital de São José em Lisboa alagadas
Chuva deixa salas de Hospital de São José em Lisboa alagadas
Chuva entope esgoto e condiciona trânsito na Avenida Duque de Loulé em Lisboa
Chuva entope esgoto e condiciona trânsito na Avenida Duque de Loulé em Lisboa
Chuva entope esgoto e condiciona trânsito na Avenida Duque de Loulé em Lisboa
Chuva intensa inundou Rua das Pretas, em Lisboa
Chuva intensa inundou Rua das Pretas, em Lisboa
A chuva intensa que esta quinta-feira se fez sentir deixou parte do País debaixo de água. Os casos mais graves registaram-se em Lisboa, com o aeroporto a sofrer inundações, bem como o Hospital de São José.

No Norte, registaram-se quedas de árvores e a destruição de um telhado, num total de 16 ocorrências. Já na madrugada de quarta-feira, choveu, literalmente, na zona laranja da Urgência do Hospital de S. João, no Porto.

No aeroporto de Lisboa o mau tempo alagou a zona de acesso às chegadas. Já no Hospital de São José, as imagens que chegaram ao CM, mostram vários panos e lençóis a cobrir a água, que chegou a vários espaços das Urgências, entre o corredor, gabinetes e salas de espera.

"Cheguei para ver a minha mãe que está com uma pneumonia e deparei-me com este cenário. O chão inundado e os doentes a inclinarem as cadeiras para não ficarem com os pés molhados", referiu José Ricardo, que adiantou que os profissionais não tiveram mãos a medir enquanto tentavam amenizar o efeito das chuvas intensas. A água chegou até ao exterior das instalações.

A rua das Pretas, na Baixa da cidade, também ficou inundada. "A rua parecia um rio. Quinze minutos depois de ter começado a chover ficou logo inundada", referiu uma comerciante que ficou afetada depois da água ter entrado na loja que gere.



O nível da água esteve perto de atingir um metro.
País Lisboa Hospital de São José Urgência do Hospital meteorologia acidentes e desastres inundações
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)