Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Meio milhão de portugueses já recebeu primeira dose da vacina Covid-19, aponta Eduardo Cabrita

"A resposta é prosseguir. Aspiramos ao desconfinamento, mas ainda não é tempo", reforçou o ministro.
Beatriz Madaleno de Assunção(beatrizassuncao@cmjornal.pt) 25 de Fevereiro de 2021 às 17:29
Eduardo Cabrita
Eduardo Cabrita FOTO: João Miguel Rodrigues

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, teve a última palavra antes de ser votada a 12ª renovação do Estado de Emergência, esta quinta-feira, e aproveitou para, perante o Parlamento, justificar as medidas "particularmente difíceis" de "custos excessivos e tremendos para os mais frágeis" com números da pandemia.

Cabrita lembrou que atualmente há menos 110 mil casos ativos que há um mês, que no pico de casos Portugal chegou a registar 84 mil novos casos em apenas uma semana e que na semana anterior esse número se fixou nos "11 mil", um número inferior a alguns dias do mês de janeiro.

Relativamente ao processo de vacinação, o ministro garantiu que meio milhão de pessoas já recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid e que já se atingiu 20% de vacinação dos idosos com mais de 80 anos de idade. Já no caso dos bombeiros, o número de vacinas administradas terá já ultrapassado o objetivo definido há duas semanas, revelou Cabrita.

O ministro diz que "a forma como eficazmente" o País respondeu ao "pesadelo do inverno" deve "criar a esperança da primavera que vem aí". "Com determinação, sentido de resiliência, mobilização de todos, temos de aumentar o espaço de resposta das estruturas de saúde aumentar o espaço que permita o regresso à escola, a recuperação das atividades económicas", apontou o ministro.

"A resposta é prosseguir. Aspiramos ao desconfinamento, mas ainda não é tempo", rematou.

Eduardo Cabrita Estado de Emergência Parlamento política covid covid19
Ver comentários