Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Metade das infeções por Covid-19 são no Norte

Região Norte atingiu esta terça-feira um máximo de infeções desde o início da pandemia, com 25 504 infeções.
Bernardo Esteves 26 de Janeiro de 2022 às 01:30
Portugal continuou a bater valores recorde de 
infeções com o novo coronavírus
Hospital
Portugal continuou a bater valores recorde de 
infeções com o novo coronavírus
Hospital
Portugal continuou a bater valores recorde de 
infeções com o novo coronavírus
Hospital
As infeções com o novo coronavírus dispararam no Norte, representando quase metade dos casos no País nos dois últimos dias. Ontem, do total de 57 657 infeções registadas, 25 504 (44% do total) foram no Norte, enquanto Lisboa e Vale do Tejo somou 16 740 (29%). Na segunda-feira, o Norte contara 15 920 casos, que representaram 48% do total de 32 758 infeções desse dia.

As 25 504 infeções de ontem foram o máximo registado no Norte desde o início da pandemia, e permitiram ultrapassar Lisboa e Vale do Tejo no total de casos (876 871 para 873 524).

Portugal continua a bater recordes, e nos últimos dias tem estado posicionado nos primeiros lugares a nível mundial no número de novas infeções. A pressão sobre os serviços de saúde amainou ontem um pouco - havia 2320 (-28) doentes Covid internados, dos quais 158 (-14) em intensivos -, mas as mortes continuam na casa dos 40 (44 no dia de ontem). “As pessoas não se apercebem, mas estes 40 a 50 mortos por dia representam mais de 15 mil ao ano, o dobro dos óbitos por enfartes cardíacos”, alerta o infeciologista Jaime Nina, que teme um agravamento caso o tempo mude. “Se o tempo além de frio estivesse de chuva, o número de mortos duplicaria. Vamos ver como corre fevereiro.” Com o País a bater recordes de casos, a região Centro, com 9543 casos, e o Alentejo, com 2044, também registaram o maior número diário de infeções desde o início da pandemia.

Os casos ativos também subiram, totalizando 512 571, mais 2943 do que na segunda-feira. Somando os contactos em vigilância, há 1 032 585 pessoas isoladas, cerca de 10% da população portuguesa.

41 processos para verificar vacinação
A Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) instaurou, no ano passado, 41 processos de inquérito realizados a 272 entidades no âmbito do plano de vacinação contra a Covid-19.

maiores de 25 já podem autoagendar reforço
As pessoas com 25 ou mais anos já podem agendar dose de reforço da vacina contra a Covid-19. Os utentes devem inscrever-se no Portal do Agendamento do Ministério da Saúde.

Centro contabiliza 370 internamentos
Os hospitais da região Centro contabilizam 370 internamentos por Covid-19, dos quais 13 em unidades de cuidados intensivos, anunciou a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC). Dez doentes estão ventilados.

óMicron sobrevive mais tempo na pele
Um estudo científico preliminar realizado pela Universidade de Medicina de Quioto, no Japão, indica que a variante Ómicron sobrevive mais do que as outras: 21 horas na pele e 193 (oito dias) em superfícies de plástico.

Baixas disparam 706% face a dezembro 2021
As baixas por Covid-19 processadas até dia 24 de janeiro dispararam 706% face a dezembro, para 187 mil. Foram pagos 44,3 milhões de euros a trabalhadores infetados. Foram processados ainda 169 mil subsídios por isolamento.

‘Superimunidade’ para infetados e vacinados
As pessoas com infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e que estão vacinadas adquirem uma “superimunidade” que é muito superior à proteção imunológica de quem apenas recebeu a vacina, sugere estudo divulgado ontem. “A resposta imunitária medida no soro sanguíneo revelou anticorpos mais abundantes e mais eficazes do que a imunidade gerada apenas pela vacinação”, afirmam investigadores americanos.

Instituto do Sangue apela às dádivas para evitar falhas
O Instituto do Sangue apela ao contributo dos dadores numa “altura particularmente exigente” devido à pandemia e face a “uma grande dificuldade em manter estáveis as reservas de componentes sanguíneos”. Os grupos sanguíneos mais afetados são: O positivo; O negativo; B negativo; A positivo e A negativo. Os hospitais necessitam entre 800 e mil unidades de sangue e componentes sanguíneos todos os dias.


pormenores
4,5 milhões com reforço
Foram administradas mais de 4,5 milhões de doses de reforço da vacina contra a Covid-19 até ao momento no País. Mais de 2 milhões destinaram-se a pessoas com mais de 65 anos.

Mais de 80 anos à frente
Foram vacinadas com a dose de reforço 92% das pessoas com mais de 80 anos. Entre os 70 e os 79 anos, estão vacinadas 94% das pessoas. Dos 60 aos 69 anos, 87%.

Prioridade para jovens
Coordenador da vacinação, coronel Penha Gonçalves, anuncia que o objetivo é vacinar maiores de 18 com doses de reforço.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários