Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Miniférias dos portugueses ameaçadas por chuva e tempo fresco

Previsões apontam descida da temperatura a partir desta quinta-feira e precipitação em particular no Litoral Norte.
João Saramago e Rafael Domingues 11 de Junho de 2020 às 10:23
Quarteira, no concelho de Loulé, foi ontem uma das praias preferidas no Algarve para mergulhar no Atlântico
Quarteira, no concelho de Loulé, foi ontem uma das praias preferidas no Algarve para mergulhar no Atlântico FOTO: André Guerreiro
Para as miniférias que para muitos só terminam no domingo, o sol vai dar lugar à chuva e o calor é substituído pela descida de temperatura, podendo mesmo, nas duas próximas madrugadas, haver queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela, divulgou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera. A previsão de chuva é sobretudo a Norte. Para o resto do continente a indicação é para a ocorrência de chuviscos.

Milhares de portugueses aproveitaram o dia desta quarta-feira para viajar para Sul. No Algarve, onde a época balnear arrancou no sábado, muitos aproveitam estes dias para dar o primeiro mergulho do ano. Foi o caso de Miguel Silva, que viajou quarta-feira de manhã com a família do Porto até Quarteira, para gozarem as miniférias. "Está um dia fantástico porque podemos estar à vontade na praia. Estamos com quase dez metros de distância das outras pessoas. Em agosto poderá ser diferente", referiu o turista ao CM, que confirma que apanhou "muito trânsito" na autoestrada A2, "principalmente a partir da zona de Setúbal".

Já Domingos Faria está reformado e tem aproveitado os últimos dias para fazer praia. "Tenho vindo quase todos os dias. Estou a aproveitar agora que ainda há espaço para toda a gente", referiu ao CM este turista do Norte.

O arranque da época balnear garante a presença de nadadores-salvadores. Além do Algarve, a segurança nas praias está também garantida em Cascais, Almada e Nazaré, onde quarta-feira milhares aproveitaram o feriado para descansar.

Praias de Oeiras com semáforos para controlar banhistas
A época balnear arrancou, quarta-feira, no concelho de Oeiras, com um investimento próximo do meio milhão de euros para dotar as praias com equipamento adequado para fazer face à pandemia de Covid-19. As praias passam a contar com semáforos de contagem de banhistas, cabines de desinfeção e baias de limitação no controlo de entradas no areal. A praia da Torre tem capacidade para 3 mil banhistas, Santo Amaro, 4100, Paço d’Arcos, 1000 e Caxias, 1700.

Trânsito intenso na ligação ao Norte e ao Algarve
Trânsito intenso na saída de Lisboa pela A1, para a região Norte, e nas pontes 25 de Abril e Vasco da Gama rumo ao Algarve, foi assim a manhã de quarta-feira. A maior afluência resulta do início de um período de miniférias, resultante da junção dos feriados do 10 de junho e Corpo de Deus (que se assinala hoje). Na terça-feira à noite também se intensificou o trânsito na ponte 25 de Abril rumo a Sul.

SAIBA MAIS
Praias fluviais
A época balnear começou quarta-feira nas praias fluviais de Almaceda e de Sesmo (concelho de Castelo Branco), Corga (Castanheira de Pera) e em Monsaraz, Reguengos de Monsaraz.

68
praias foram classificadas pela Associação Zero com "zero poluição". Torres Vedras lidera com dez praias, Peniche e Angra do Heroísmo têm 5 cada e Praia da Vitória e Tavira, 4.

Mais segurança
A GNR reforçou os meios no Algarve com o apoio da Unidade de Reserva devido às miniférias. O objetivo é conciliar o trabalho já previsto para o verão e uma maior vigilância no âmbito da pandemia.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários