Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Misericórdia de Foz Côa faz apelo "desesperado" ao Governo

Provedor reforça que as pessoas infetadas, com mais ou menos sintomas, são idosos debilitados.
Lusa 29 de Março de 2020 às 09:42
Lar da Misericórdia de Foz Côa
Lar da Misericórdia de Foz Côa FOTO: CMTV
O provedor da Misericórdia de Foz Côa, no distrito da Guarda, fez este domingo um apelo "desesperado" ao Governo para que os 47 utentes com covid-19 no lar da instituição sejam retirados e trados em ambiente hospitalar.

"Há idosos que apresentam sintomas elevados e outros que começam a ficar com os mesmos sintomas. A Direção Geral da Saúde (DGS) insiste que nós deveremos ficar com os idosos que apresentem menos sintomas ao nosso cuidado, o que é inconcebível", disse à Lusa António Morgado.

O provedor reforça que as pessoas infetadas, com mais ou menos sintomas, são idosos debilitados, que devem ser acompanhadas pelo ministério da Saúde em ambiente hospitalar.

Foz Côa Governo Guarda saúde coronavirus covid19
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)