Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Morte de bebé em piscina em Almeirim investigada

Daniel tinha 20 meses e afogou-se na piscina de casa.
Isabel Jordão e João Nuno Pepino 25 de Julho de 2020 às 09:30
Bombeiros voluntários de Almeirim
Bombeiros voluntários de Almeirim FOTO: Ricardo Ponte
A morte de um menino de 20 meses, na piscina de casa, em Fazendas de Almeirim, está a ser investigada pela GNR, no âmbito de um inquérito que pretende apurar as circunstâncias em que ocorreu e se houve negligência grosseira dos pais no dever de cuidado. Daniel Filipe é a quarta criança a morrer em piscinas este mês.

Como o CM noticiou esta sexta-feira, o menino foi encontrado pela mãe, caído na piscina, inconsciente e em paragem cardiorrespiratória. Eram 19h45 de quinta-feira quando foi dado o alerta. Foi levado para o Hospital de Santarém, onde a morte foi declarada uma hora depois.

Daniel Filipe estaria a brincar no pátio de casa, na companhia dos pais. A mãe viu-o a correr para a frente da casa e seguiu-o, mas não o encontrou. Ainda o procurou nas traseiras e no interior da moradia, acabando por dar com Daniel inanimado na piscina insuflável instalada na propriedade, com 1,80 metros de diâmetro e 30 a 40 centímetros de altura de água. Foi a mãe que retirou o menino da piscina e deu o alerta, sendo o socorro garantido por uma equipa médica do INEM e pelos Bombeiros de Almeirim. O funeral realiza-se este sábado.

PORMENORES
Falta legislação
A Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI) defende a criação urgente de legislação que obrigue à colocação de uma barreira vertical com 1,10 metros em torno de toda e qualquer piscina.

Vigilância
Nunca deixe uma criança com menos de três anos sozinha na banheira durante o banho.

Prevenção
Despeje a água de baldes, insufláveis, alguidares e banheiras, logo após a utilização. Crianças devem usar braçadeiras.
Fazendas de Almeirim GNR Daniel Filipe questões sociais grupos populacionais crianças morte saúde
Ver comentários