Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Mulheres estão a perder a menstruação devido a dietas restritivas e exercício físico excessivo

Em causa está uma doença reversível chamada amenorréia hipotalâmica, dizem os especialistas.
Correio da Manhã 6 de Janeiro de 2022 às 18:55
Exercício físico em casa
Exercício físico em casa FOTO: Getty Images

Há um número crescente de mulheres a perder a menstruação por seguirem dietas restritivas e exercício físico excessivo, incentivado por uma tendência das redes sociais, afirmam os especialistas.

Em causa está uma condição de saúde chamada amenorréia hipotalâmica, causada pelo 'stress' relacionado à perda de peso, exercícios excessivos e traumas. 

A coordenadora de aconselhamento clínico na organização de caridade britânica 'Beat' refere que a doença está a disseminar-se e é observada em pessoas que não estão abaixo do peso e não têm um índice de massa corporal baixo.

"Não há estatísticas exatas sobre este assunto, mas a maioria das pessoas que vemos perdeu a menstruação e algumas dessas mulheres não estão gravemente abaixo do peso. Algumas têm um peso saudável, mas têm uma alimentação restritiva ", disse Martha Williams ao The Guardian.

Martha alerta para alguns casos de diagnósticos errados em que mulheres recorrem aos médicos de família quando a menstruação para, mas que muitos clínicos gerais não têm treino suficiente para identificar a causa subjacente e prescrevem a pílula anticoncepcional para reiniciar o período menstrual.

Acrescenta ainda que muitos influencers digitais dizem aos seguidores para o que comer por dia e quantas calorias, o que não ajuda as pessoas com distúrbios alimentares.

Renee McGregor, uma nutricionista de transtornos alimentares, disse ao The Guardian que nos últimos 12 meses teve mil horas de contato com clientes e 95% delas tiveram amenorréia hipotalâmica.

Martha Williams saúde questões sociais dieta exercício doença nutrição menstruação desporto
Ver comentários