Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Mulheres publicam menos opinião nos media 'online' mas os seus artigos têm mais interações

No que respeita às profissões das mulheres que publicaram mais artigos nos media analisados, as jornalistas lideram com 38%.
Lusa 8 de Março de 2021 às 19:15
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa FOTO: David Martins
As mulheres publicam menos opinião nos media 'online' em Portugal, mas os seus artigos "têm, em média, mais interações que os dos homens", segundo um estudo do MediaLab CIES ISCTE divulgado esta segunda-feira, no Dia Internacional da Mulher.

O MediaLab CIES ISCTE estudou os artigos de opinião publicados 'online' em oito dos principais media portugueses - Correio da Manhã, Diário de Notícias, Expresso, Jornal de Notícias, Observador, Público, SiC Notícias e TVI - no ano passado.

Do estudo, conclui-se que "as mulheres publicam menos opinião nos órgãos de comunicação social 'online', mas os seus artigos têm, em média, mais interações que os dos homens", lê-se na informação disponibilizada no 'site' do MediaLab.

Por género, no ano passado foram publicados 15.990 artigos de opinião de homens em órgãos de comunicação social 'online', enquanto as mulheres totalizaram 3.413.

Relativamente ao número de interações médias por artigo de opinião partilhado no Facebook, os homens registaram 422 e as mulheres 712.

O número de homens que, ao longo de 2020, publicaram artigos nos espaços de opinião dos media analisados somou 2.338 e o das mulheres totalizou 901.

No que respeita às profissões das mulheres que publicaram mais artigos nos media analisados, refere o MediaLab, as jornalistas lideram com 38%.

"As jornalistas, que pela sua profissão, acedem com maior facilidade à publicação de artigos, são quem mais publica", refere o estudo.

"Ao longo do ano, 72 homens publicaram um ou mais artigos por semana, enquanto apenas oito mulheres o fizeram", acrescenta, salientando que "nenhuma das mulheres publicou artigos mais de duas vezes por semana, mas 16 homens publicaram".

Dois terços das mulheres "publicou apenas um artigo durante o ano de 2020", adianta o estudo do MediaLab, que também concluiu que "há mais mulheres à esquerda a publicar".

A informação sobre os artigos de opinião que compõem a amostra foi recolhida através da identificação e recolha da secção de opinião dos 'websites' dos órgãos de comunicação social analisados, refere o MediaLab CIES ISCTE.

Foram recolhidos 20.226 artigos, entre 01 janeiro e 31 dezembro de 2020, das edições 'online' dos oito media analisados, tendo participado nesta análise os investigadores do MediaLab Ana Pinto Martinho, Gustavo Cardoso, Nuno Palma, Tiago Lima e Miguel Paisana.

Ver comentários