Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Novo caso de coronavírus nos Açores é uma criança de 10 anos que veio do continente

Menino chegou ao arquipélago no dia 27 de junho.
Lusa 1 de Julho de 2020 às 15:52
Coronavírus nos Açores
Coronavírus nos Açores FOTO: Lusa
Os Açores diagnosticaram, nas últimas 24 horas, um caso positivo de covid-19 em São Miguel, uma criança de 10 anos, não residente no arquipélago, que desembarcou na região proveniente do continente, adiantou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

No seu comunicado diário, a Autoridade de Saúde Regional informa que, "decorrente das 852 análises realizadas nos dois laboratórios de referência da região nas últimas 24 horas, foi diagnosticado um caso positivo de covid-19 na ilha de São Miguel", um "indivíduo do sexo masculino, com 10 anos, não residente nos Açores, que desembarcou na região em 27 de junho, proveniente de ligação aérea com o território continental".

A criança, segundo a Autoridade de Saúde dos Açores, "é filho do mais recente caso positivo registado na região e com o qual coabita", "apresenta situação clínica estável e está a cumprir "isolamento profilático, desde a chegada à região, no local onde se encontra alojado".

A Autoridade de Saúde dos Açores adianta ainda que "estão em curso, pela Delegação de Saúde Concelhia, os procedimentos definidos para caso confirmado e vigilância de contactos próximos, que são comuns ao último caso positivo diagnosticado na região".

Até à data, foram detetados na região 153 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19, verificando-se atualmente cinco casos positivos ativos, dos quais quatro na ilha de São Miguel e um na ilha Terceira.

No arquipélago, 130 pessoas recuperaram, 16 morreram e duas regressaram a Portugal continental.

Desde hoje que os passageiros residentes e não residentes que pretendam viajar para os Açores podem fazer no continente um teste gratuito de despiste à covid-19.

Esta medida resulta de uma convenção estabelecida entre o Governo dos Açores e laboratórios e tem por "objeto a realização de testes de despiste ao coronavírus SARS-CoV-2 pela metodologia RT-PCR e visa tornar o processo de deslocação e chegada à região mais cómodo e célere, garantindo a proteção do passageiro, bem como da saúde pública", segundo anunciou recentemente o Governo dos Açores.

Hoje, a secretaria regional da Saúde anunciou já ter divulgado a rede de laboratórios aderentes à convenção para a realização de testes de despiste ao coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19, em território continental e, segundo a lista publicada no site dedicado à covid-19, em https://covid19.azores.gov.pt/?page_id=6304, são 140 os postos de recolha convencionados pelo Governo dos Açores.

O custo é integralmente suportado pelo Governo dos Açores, diz uma nota do executivo regional, acrescentando que os viajantes "deverão contactar um dos postos de colheita das entidades convencionadas, apresentando comprovativo de reserva e de pagamento de deslocação e documento de identificação".

O laboratório deverá agendar e realizar o teste até 72 horas antes da partida e enviar o resultado para o cidadão e para a Direção Regional da Saúde até à hora da viagem.

O passageiro deverá apresentar o comprovativo de realização do teste, com resultado negativo, à chegada, em papel ou suporte digital.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)