Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Orçamento de Estado para 2021 não corresponde às expectativas, diz bastonário da Ordem dos Médicos

Miguel Guimarães, considera que a proposta não investe no Serviço Nacional de Saúde.
Lusa 20 de Outubro de 2020 às 21:41
Bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães
Bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães FOTO: David Cabral Santos
O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, considera que a proposta de Orçamento do Estado para 2021 não corresponde às "expectativas dos profissionais de saúde e dos portugueses" nem investe no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A questão do Orçamento para o próximo ano foi uma das debatidas hoje numa audiência com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que levou ao Palácio de Belém não apenas Miguel Guimarães mas também cinco outros antigos bastonários da Ordem dos Médicos, Gentil Martins, Carlos Ribeiro, Germano de Sousa, Pedro Nunes e José Manuel Silva.

No final da audiência foi o atual bastonário quem resumiu aos jornalistas o que se passou na reunião, sendo um dos assuntos a questão do, considerou, "necessário reforço" do SNS, para que em tempos de pandemia nenhum doente, com covid-19 ou com outras doenças, fique "para trás".

Ver comentários