Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Coronavírus continua a semear tragédias. Os rostos e as histórias das vítimas mortais da Covid-19

Covid-19 já matou, até ao momento, 714 pessoas.
Correio da Manhã 29 de Março de 2020 às 01:30
Virgília Silva, de 89 anos
Maria Luísa Soares
Fernando Vieira morreu aos 85 anos
Manuel de Jesus Leitão
Rita Carneiro
Helena Pessoa tina 85 anos
José Monteiro estava no Asilo de S. José, em Braga
Agostinho Francisco Faria tinha 78 anos
Arnaldo Pereira vivia na Trofa
Vítor Godinho morreu infetado com coronavírus
Mário Veríssimo foi a primeira vítima
Vieira Monteiro infetado em Itália
Alberto Dias era natural de Vizela
José Rios vivia em Paços de Ferreira
Maria Silva estava num lar de idosos
Vítor Ferreira tinha vários problemas
Luís Rino fundou a salsicharia Olibar
João Carreira estava reformado
António Gonçalves desconhecia vírus
Hannelore Cruz vivia para as artes
Idalina Alves sofria de Alzheimer
Alberto Calçada morreu este sábado
Maurícia Oliveira não resistiu
António Mota foi enterrado em Braga
António da Mota, 87 anos
António Silva, 90 anos
Clara Lopes, 90 anos
Joaquim Cardoso
Manuel Marques, 91 anos
Manuel Rosa, 61 anos
 Maria de Sousa, 81 anos
Maria Isidoro, 87 anos
Maria Otília, 92 anos
Mário Lino, 71 anos
Silvério Correia, 69 anos
António Monteiro, 74 anos
Martinho Ribeiro, 78 anos
Maria Rosa Costa, 84 anos
Maria Pereira, 79 anos
Maria Lopes, 87 anos
José Valente, 63 anos
Joaquim Santos, 90 anos
Alice Azevedo, 80 anos
Delfina Ferreira, 91 anos
Áurea Silva, 40 anos
António Breu, 84 anos
António Júlio Melo, 91 anos
Arlindo Jordão, 83 anos
Aurélio Sousa, 85 anos
Fernanda Paulino, 83 anos
Jaime Fonte, 95 anos
Joaquim Marieiro, 99 anos
Manuel Francisco, 95 anos
Maria Nina, 88 anos
Maria Teiga, 95 anos
Maria Cardoso, 96 anos
Maria Rosa Matos
Maurícia Oliveira, 94 anos
Virgília Silva, 89 anos
Vítor Pereira, 78 anos
Olegário Pinto, 72 anos
Maria Costa, 93 anos
Maria Patrício, 93 anos
Maria Paiva, 89 anos
Maria Silva  89 anos
Manuel Gomes, 97 anos
Luís Nunes, 91 anos
Joaquina Martins, 91 anos
Aurora Boto, 78 anos
Armando de Matos, 81 anos
António Ribeiro, 59 anos
Albina Tavares, 94 anos
António Silva, 78 anos
Armando Dias, 58 anos
Cândida Romão, 97 anos
Joaquim Caetano, 69 anos
Luís Pinto, 75 anos
Manuel Rocha, 80 anos
Maria Fortes, 92 anos
Maria Neto, 75 anos
Maria Moreira, 94 anos
Maria Sousa, 69 anos
Patrocínia Esperança, 92 anos
Vítor Soares, 62 anos
Virgília Silva, de 89 anos
Maria Luísa Soares
Fernando Vieira morreu aos 85 anos
Manuel de Jesus Leitão
Rita Carneiro
Helena Pessoa tina 85 anos
José Monteiro estava no Asilo de S. José, em Braga
Agostinho Francisco Faria tinha 78 anos
Arnaldo Pereira vivia na Trofa
Vítor Godinho morreu infetado com coronavírus
Mário Veríssimo foi a primeira vítima
Vieira Monteiro infetado em Itália
Alberto Dias era natural de Vizela
José Rios vivia em Paços de Ferreira
Maria Silva estava num lar de idosos
Vítor Ferreira tinha vários problemas
Luís Rino fundou a salsicharia Olibar
João Carreira estava reformado
António Gonçalves desconhecia vírus
Hannelore Cruz vivia para as artes
Idalina Alves sofria de Alzheimer
Alberto Calçada morreu este sábado
Maurícia Oliveira não resistiu
António Mota foi enterrado em Braga
António da Mota, 87 anos
António Silva, 90 anos
Clara Lopes, 90 anos
Joaquim Cardoso
Manuel Marques, 91 anos
Manuel Rosa, 61 anos
 Maria de Sousa, 81 anos
Maria Isidoro, 87 anos
Maria Otília, 92 anos
Mário Lino, 71 anos
Silvério Correia, 69 anos
António Monteiro, 74 anos
Martinho Ribeiro, 78 anos
Maria Rosa Costa, 84 anos
Maria Pereira, 79 anos
Maria Lopes, 87 anos
José Valente, 63 anos
Joaquim Santos, 90 anos
Alice Azevedo, 80 anos
Delfina Ferreira, 91 anos
Áurea Silva, 40 anos
António Breu, 84 anos
António Júlio Melo, 91 anos
Arlindo Jordão, 83 anos
Aurélio Sousa, 85 anos
Fernanda Paulino, 83 anos
Jaime Fonte, 95 anos
Joaquim Marieiro, 99 anos
Manuel Francisco, 95 anos
Maria Nina, 88 anos
Maria Teiga, 95 anos
Maria Cardoso, 96 anos
Maria Rosa Matos
Maurícia Oliveira, 94 anos
Virgília Silva, 89 anos
Vítor Pereira, 78 anos
Olegário Pinto, 72 anos
Maria Costa, 93 anos
Maria Patrício, 93 anos
Maria Paiva, 89 anos
Maria Silva  89 anos
Manuel Gomes, 97 anos
Luís Nunes, 91 anos
Joaquina Martins, 91 anos
Aurora Boto, 78 anos
Armando de Matos, 81 anos
António Ribeiro, 59 anos
Albina Tavares, 94 anos
António Silva, 78 anos
Armando Dias, 58 anos
Cândida Romão, 97 anos
Joaquim Caetano, 69 anos
Luís Pinto, 75 anos
Manuel Rocha, 80 anos
Maria Fortes, 92 anos
Maria Neto, 75 anos
Maria Moreira, 94 anos
Maria Sousa, 69 anos
Patrocínia Esperança, 92 anos
Vítor Soares, 62 anos
Virgília Silva, de 89 anos
Maria Luísa Soares
Fernando Vieira morreu aos 85 anos
Manuel de Jesus Leitão
Rita Carneiro
Helena Pessoa tina 85 anos
José Monteiro estava no Asilo de S. José, em Braga
Agostinho Francisco Faria tinha 78 anos
Arnaldo Pereira vivia na Trofa
Vítor Godinho morreu infetado com coronavírus
Mário Veríssimo foi a primeira vítima
Vieira Monteiro infetado em Itália
Alberto Dias era natural de Vizela
José Rios vivia em Paços de Ferreira
Maria Silva estava num lar de idosos
Vítor Ferreira tinha vários problemas
Luís Rino fundou a salsicharia Olibar
João Carreira estava reformado
António Gonçalves desconhecia vírus
Hannelore Cruz vivia para as artes
Idalina Alves sofria de Alzheimer
Alberto Calçada morreu este sábado
Maurícia Oliveira não resistiu
António Mota foi enterrado em Braga
António da Mota, 87 anos
António Silva, 90 anos
Clara Lopes, 90 anos
Joaquim Cardoso
Manuel Marques, 91 anos
Manuel Rosa, 61 anos
 Maria de Sousa, 81 anos
Maria Isidoro, 87 anos
Maria Otília, 92 anos
Mário Lino, 71 anos
Silvério Correia, 69 anos
António Monteiro, 74 anos
Martinho Ribeiro, 78 anos
Maria Rosa Costa, 84 anos
Maria Pereira, 79 anos
Maria Lopes, 87 anos
José Valente, 63 anos
Joaquim Santos, 90 anos
Alice Azevedo, 80 anos
Delfina Ferreira, 91 anos
Áurea Silva, 40 anos
António Breu, 84 anos
António Júlio Melo, 91 anos
Arlindo Jordão, 83 anos
Aurélio Sousa, 85 anos
Fernanda Paulino, 83 anos
Jaime Fonte, 95 anos
Joaquim Marieiro, 99 anos
Manuel Francisco, 95 anos
Maria Nina, 88 anos
Maria Teiga, 95 anos
Maria Cardoso, 96 anos
Maria Rosa Matos
Maurícia Oliveira, 94 anos
Virgília Silva, 89 anos
Vítor Pereira, 78 anos
Olegário Pinto, 72 anos
Maria Costa, 93 anos
Maria Patrício, 93 anos
Maria Paiva, 89 anos
Maria Silva  89 anos
Manuel Gomes, 97 anos
Luís Nunes, 91 anos
Joaquina Martins, 91 anos
Aurora Boto, 78 anos
Armando de Matos, 81 anos
António Ribeiro, 59 anos
Albina Tavares, 94 anos
António Silva, 78 anos
Armando Dias, 58 anos
Cândida Romão, 97 anos
Joaquim Caetano, 69 anos
Luís Pinto, 75 anos
Manuel Rocha, 80 anos
Maria Fortes, 92 anos
Maria Neto, 75 anos
Maria Moreira, 94 anos
Maria Sousa, 69 anos
Patrocínia Esperança, 92 anos
Vítor Soares, 62 anos

A pandemia de coronavírus em Portugal já matou 714 pessoas e infetou, até ao momento, mais de 20 mil.

Dia após dia, o número de vítimas mortais aumentam. Por detrás da catástrofe sanitária e da crise vivida, há histórias, nomes e rostos que ficam marcados para sempre na história da mais cruel pandemia dos últimos anos.

Vítor Soares, 62 anos
Faleceu no Hospital da Feira. Era utente da CERCE de S. João da Madeira.

Patrocínia Esperança, 92 anos
Era natural de Figueiró da Serra e de Nabainhos. Era utente do Lar da Misericórdia de Gouveia.

Maria Fortes, 92 anos
Morava em Aveiro e tinha um filho. O funeral decorreu no Cemitério Sul de Aveiro.

Manuel Rocha, 80 anos
Dedicava-se às causas cívicas na freguesia de S. Pedro Fins, na Maia. Era tratado por ‘Neca’. Era adepto do FC Porto.

Luís Pinto, 75 anos
Era doente oncológico e estava acamado. Morava em Recarei, Paredes. A mulher tinha falecido há poucos meses.

Cândida Romão, 97 anos
Era utente do Lar da Santa Casa da Misericórdia de Aveiro. Faleceu há uma semana.

Joaquim Caetano, 69 anos
Foi a primeira vítima no concelho de Marco de Canaveses. O antigo ferroviário tinha uma insuficiência respiratória.

Armando Dias, 58 anos
Era natural de Campanhã, no Porto, mas vivia em Baguim do Monte, Gondomar. Trabalhava na EDP. Era eletricista de primeira.

Albina Tavares, 94 anos
Era natural de Casal de Velide, na freguesia de Arões, Vale de Cambra, e residia no Porto. Era viúva. Deixa duas filhas.

António Ribeiro, 59 anos
Era natural de Lisboa. Residia em São Jorge, Calvaria de Cima, freguesia do concelho de Porto de Mós.

Armando de Matos, 81 anos
Foi mais uma das vítimas da Covid-19. Faleceu no dia 15 de abril.

Aurora Boto, 78 anos
Era natural de Cantanhede, mas vivia em Seia. Foi operária têxtil. Fazia hemodiálise. Deixa sete filhos e 14 netos.

Joaquina Martins, 91 anos
Residia na União de Freguesias de Grade e Carralcova, parte integrante do município de Arcos de Valdevez.

Luís Nunes, 91 anos
Residia na freguesia de Condessos, em Paços de Ferreira. Faleceu no dia 4. Era viúvo. Tinha cinco filhos.

Manuel Gomes, 97 anos
Natural do concelho de Murça. Foi uma das oito vítimas do Lar de Noss Senhora das Dores, Vila Real.

Maria Silva, 89 anos
Utente do lar de Geribranca, na freguesia de Branca, Albergaria-a-Velha,morreu vítima de infeção do vírus.

Maria Moreira, 94 anos
Vivia em Aveiro. Era uma das utentes do Lar da Santa Casa da Misericórdia.

Maria Sousa, 69 anos
Era natural de Cabanelas, Vila Verde. Tinha problemas de saúde. Deixa marido e um filho.

Maria Neto, 75 anos
Morreu no dia 10. Residia da freguesia de Lamarosa, no concelho de Paços de Ferreira. Tinha cinco filhos.

Maria Paiva, 89 anos
Estava quase a completar 90 anos. Maria Ferreira de Paiva por complicações ligadas à doença, em Arouca.

Maria Patrício, 93 anos
Estava no lar de Almalaguês e morreu devido à Covid-19, juntamente com outros utentes da instituição.

Maria Costa, 93 anos
O novo coronavírus vitimou também Maria Soares da Costa, que veio a falecer no Hospital de Ovar.

Olegário Pinto, 72 anos
Era natural de Mirandela, mas vivia em Bragança, onde trabalhou como notário. Deixa mulher, três filhos e vários netos.

Vítor Pereira, 78 anos
Residia no concelho de Ovar. Era utente do lar da Santa Casa da Misericórdia e não resistiu ao novo coronavírus.

Virgília Silva, 89 anos
Era utente do lar da Fundação Luiz Bernardo de Almeida, em Vale de Cambra, onde houve várias vítimas.

Maurícia Oliveira, 94 anos
Sofria de insuficiência renal e tinha acabado de se curar de uma pneumonia. O seu filho também sucumbiu ao vírus.

Maria Rosa Matos
Maria Rosa foi mais uma vítima do sexo feminino. Em Portugal, a Covid-19 tem vitimado mais mulheres.

Maria Cardoso, 96 anos
Era natural de Cristelo Paredes. Tinha problemas respiratórios.
Era viúva e não tinha
filhos.

Maria Teiga, 95 anos
A nonagenária faleceu em Ílhavo, no Lar de S. José. Era viúva e tinha cinco filhos, além de netos e bisnetos.

Maria Nina, 88 anos
Mais uma sénior que também foi vítima do contágio em massa num lar da terceira idade na cidade de Ílhavo.

Manuel Francisco, 95 anos
Residia na cidade dos Templários, Tomar. Acabou por não resistir às complicações do vírus, aos 95 anos.

Joaquim Marieiro, 99 anos
Vivia há cinco anos no Lar de S. José, na cidade de Íhavo, morreu no Hospital de Aveiro, infetado com Covid-19.

Jaime Fonte, 95 anos
O nonagenário foi igualmente uma das vítimas da Covid-19 no distrito de Vila Real de onde era natural.

Fernanda Paulino, 83 anos
A idosa era de Coimbra, onde veio a falecer e a tornar-se em mais uma vítima mortal da pandemia que assola o Mundo.

Aurélio Sousa, 85 anos
A morte de Aurélio Sousa, ministro da comunhão da Paróquia de Silvade, em Espinho, provocou comoção na comunidade.

Arlindo Jordão, 83 anos
Era natural de Pombal, onde aos 83 anos acabou por ser derrotado pelo novo coronavírus. A localidade tem várias vítimas.

António Júlio Melo, 91 anos
Trabalhou na agricultura. Foi feitor numa quinta em Torre de Moncorvo, onde vivia. Estava acamado e sofria de Alzheimer.

António Breu, 84 anos
Morreu, por Covid-19, no hospital de Santa Maria da Feira. O óbito ocorreu no passado dia 3 de abril.

Áurea Silva, 40 anos
Era professora, natural de Celorico de Basto e é, até agora, a mais jovem vítima mortal em Portugal.

Delfina Ferreira, 91 anos
Foi a primeira vítima em Vila Nova de Famalicão. Vivia no Lar do Centro Social e Cultural de S. Pedro do Bairro.

Alice Azevedo, 80 anos
Era catequista e faleceu no lar da Santa Casa da Misericórdia de Oliveirinha, em Aveiro, onde houve 15 vítimas mortais.

José Valente, 63 anos
Residente no Carregal,
Ovar, morreu com o novo coronavírus,
no Hospital de Santa
Maria da Feira.

Maria Lopes, 87 anos
Vivia em Águas Santas, na Maia. Era conhecida como a ‘Alicinha da guarda’, porque foi guarda de passagem de nível.

Maria Pereira, 79 anos
Maria dos Anjos Pereira era natural de Nabaínhos e morava no Lar da Misericórdia de Gouveia, onde contraiu a doença.

Maria Rosa Costa, 84 anos
Faleceu no Hospital dos Covões, em Coimbra. Residia no Luso, Mealhada. Era casada e tinha quatro filhos.

Martinho Ribeiro, 78 anos
Pertencia ao Grupo Folclórico dos Pescadores das Caxinas e Poça da Barca, onde tocava concertina.

António Monteiro, 74 anos
Era o presidente do Conselho de Administração do Banco Santander Totta. Faleceu em Lisboa, a 18 de março.

Silvério Correia, 69 anos
Mais um idoso que foi vítima da pandemia de Covid-19 no Lar de São José, em Ílhavo, onde houve dezenas de infetados.

Mário Lino, 71 anos
Era ex-pugilista e chegou a representar o Futebol Clube do Porto como atleta, mas também como treinador.

Maria Otília, 92 anos
Foi uma das várias vítimas mortais da pandemia no Lar SãoJosé, em Ílhavo, onde faleceu. Foi doméstica.

Maria Isidoro, 87 anos
A idosa residia atualmente no lar de Almalaguês, em Coimbra, e morreu devido ao surto da Covid-19.

Maria de Sousa, 81 anos
Era imunologista e professora na Universidade do Porto. Ficou conhecida pelo estudo da migração organizada dos linfócitos.

Manuel Rosa, 61 anos
Residia em Valbom. Era diretor comercial de uma empresa de logística. Sentiu-se mal ao regressar da Guiné-Bissau.

Manuel Marques, 91 anos
Morreu no dia 17 de abril, no Hospital de Ovar. Vivia em São João. Deixa mulher e duas filhas.

Joaquim Cardoso
Foi a segunda vítima em Guimarães. Era natural de Aldão e residia no Lar da Venerável Ordem Terceira de S. Francisco.

Clara Lopes, 90 anos
Era utente do Lar do Trabalhador, na vila de Prado, em Vila Verde. Trabalhava no ramo das farturas, nas festas populares.

António Silva, 90 anos
Era uma das pessoas mais conhecidas de Sever do Vouga. Era proprietário da Farmácia Martins. Era viúvo. Deixa três filhos.

António da Mota, 87 anos
Morreu no Hospital de Braga. O corpo foi diretamente da unidade hospitalar para o cemitério de Panoias.

Maria Luísa Soares, 48 anos, lutava há anos contra um cancro. Era de Felgueiras
Maria Luísa Soares, 48 anos, lutava há anos contra um cancro. Não resistiu à dura batalha depois de ter sido infetada com a Covid-19. A doente, que residia em Felgueiras, foi a primeira vítima mortal deste vírus no concelho.

Virgilía Silva era de Vale de Cambra
Virgília Silva, de 89 anos, era utente do lar da Fundação Luiz Bernardo de Almeida, em Vale de Cambra. Morreu esta sexta-feira de madrugada, infetada com Covid-19. Uma auxiliar da instituição também deu positivo para o teste.

Fernando Vieira tinha 85 anos e era de Braga
Fernando Vieira, de 85 anos, é a quinta vítima mortal do surto de covid 19, no Azilo de S. José, em Braga. ‘Mascarenhas’, como era conhecido, morreu na quarta-feira à noite, no Hospital, onde estava desde segunda-feira.

Manuel de Jesus Leitão foi encontrado morto
O Lar de Idosos da Associação de Cumieira, Pombal, registou esta quinta-feira a quarta vítima mortal. Manuel de Jesus Leitão, de 82 anos, foi encontrado morto de madrugada no próprio lar, e cremado ao final da tarde em Coimbra. Estava infetado com o novo coronavírus.

Manuel Luís Magalhães era professor em Portimão

O corpo de Manuel Luís Magalhães, de 60 anos, foi este cremado no complexo funerário de Elvas. O professor de Matemática, que lecionava na Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes, em Portimão, não resistiu às complicações da Covid-19 e morreu no Hospital de Faro, na sexta-feira, dia 27.
O docente terá sido infetado por uma colega, que regressou de umas férias de Carnaval no norte de Itália, a zona do país que se tornou no epicentro da propagação do vírus. A professora ainda contactou a Direção-Geral da Saúde, e foi-lhe dito que, por não ter sintomas, poderia continuar a dar aulas.

Rita Carneiro padecia de outras patologias
Rita Carneiro era natural de Lordelo e faleceu no Hospital Padre Américo, em Penafiel, onde estava internada desde sexta-feira. Padecia de outras patologias graves a nível respiratório.

José Monteiro é a quarta morte em asilo de Braga
José da Costa Monteiro, de 86 anos, é a quarta vítima mortal de Covid-19 no Asilo de S. José, em Braga. Esta instituição, que completou 170 anos, tem mais 44 idosos infetados com o novo coronavírus. Três estão hospitalizados e os restantes continuam no lar. A situação no asilo, que tem 106 utentes, está cada vez mais difícil.

Helena Pessoa tinha 85 anos
A morte de Maria Helena Pessoa, de 85 anos, no Lar de S. José, em Ílhavo, levou a instituição a reforçar as medidas de contingência do lar. A partir de agora, os funcionários pernoitam no lar, "abdicando da vida familiar", sublinha a instituição, para evitar o contágio externo.

Agostinho Faria era de Arouca
Agostinho Francisco Faria, de 78 anos, morreu no Hospital de Santa Maria da Feira. O idoso, de S. Miguel do Mato, Arouca, estava internado há alguns dias e o seu estado de saúde, segundo a rádio Roda Viva, agravou-se no sábado, acabando por não resistir.   

Arnaldo Pereira de 90 anos não resistiu
Arnaldo Pereira, de 90 anos e da localidade de Muro, na Trofa, morreu vítima de infeção por Covid-19, no sábado, no São João, no Porto. O filho está internado nos Cuidados Intensivos da mesma unidade e há mais dois familiares diretos infetados.

'Vitinha' tinha 14 anos e adorava futsal
Vítor tinha apenas 14 anos e uma vida pela frente. Querido por todos e um craque no futsal, morreu este domingo no Hospital de Santa Maria da Feira. O teste deu positivo à infeção por Covid-19, mas o menino apresentava um quadro clínico de outras patologias e só exames posteriores poderão concluir o que causou o óbito.

Mário Veríssimo foi a primeira vítima
Mário Veríssimo, de 80 anos, foi a primeira vítima mortal da Covid-19 no País. O amigo de Jorge Jesus e histórico do Estrela da Amadora foi internado com uma pneumonia e morreu no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde chegou a ser enfermeiro.

Vieira Monteiro infetado em Itália
António Vieira Monteiro morreu a dias de completar 74 anos, no Hospital Curry Cabral, em Lisboa. O presidente do Santander Portugal contraiu o vírus na estância de esqui de Vale Gardena, no norte de Itália, onde tinha por hábito passar as férias de Carnaval.

Alberto Dias era natural de Vizela
Alberto Pereira Dias, de 84 anos, morreu no dia 20, no hospital de Guimarães. Natural de Vizela, foi internado a 18 e sofria de vários problemas respiratórios. 

José Rios vivia em Paços de Ferreira
José Rios tinha completado 64 anos e era natural da freguesia de Figueiró, no concelho de Paços de Ferreira. Morreu durante a madrugada de dia 20.

Maria Silva estava num lar de idosos
Maria Conceição Silva, de 89 anos, era utente do lar de terceira idade Geribranca, na freguesia de Branca, concelho no Albergaria-a-Velha.

Vítor Ferreira tinha vários problemas
Vítor Ferreira, de 62 anos, morreu no hospital de St.ª M.ª da Feira. Padecia de várias doenças do foro respiratório e era utente da CERCI de S. João Madeira. 

Luís Rino fundou a salsicharia Olibar
Luís Rino, de 69 anos, vivia em Vagos com a filha e morreu no Hospital de Coimbra. Era sócio-fundador da Olibar - Salsicharia Ideal Oliveirense.

João Carreira estava reformado
João Carreira morreu aos 69 anos, no Hospital de Abrantes. O comerciante reformado vivia em Casal Saramago, Alcanena, era casado e tinha três filhas.

António Gonçalves desconhecia vírus
António Gonçalves, 83 anos, era utente do lar  da Associação Sociocultural de Cumieira e Circunvizinhas, Pombal. Morreu sem saber que tinha o vírus.

Hannelore Cruz vivia para as artes
Hannelore Cruz, de 76 anos, residia no Asilo de S. José, em Braga. Licenciou-se em Música na Universidade do Minho, dedicou toda a sua vida às artes.

Idalina Alves sofria de Alzheimer
Idalina Alves tinha 76 anos e era utente do lar da Associação Sociocultural de Cumieira e Circunvizinhas, em Pombal. A mulher sofria de Alzheimer.

Alberto Calçada morreu este sábado
Alberto Calçada tinha 71 anos e tornou-se este sábado a primeira vítima mortal de Santa Maria da Feira. Era natural de Travanca e pai de dois bombeiros.

Maurícia Oliveira não resistiu
Maurícia Oliveira, de 94 anos, foi sepultada no cemitério de Carriço, Pombal, sem familiares nem amigos a assistir. Sofria de insuficiência renal e tinha acabado de recuperar de uma pneumonia, mas não resistiu ao novo coronavírus. O teste à Covid-19 foi feito após a morte.

António Mota foi enterrado em Braga
António Fernandes da Mota tinha 87 anos e morreu infetado com Covid-19 no Hospital de Braga. O corpo foi diretamente da unidade hospitalar para o cemitério de Panoias, onde decorreram as cerimónias fúnebres, no dia 22, apenas na presença dos familiares mais próximos.

José Fernandes estava acamado
José Manuel Fernandes, de 77 anos, vivia no concelho de Albufeira. O idoso sofria de vários problemas respiratórios e estava já acamado em casa. Foi levado para o Hospital de Faro, onde foi detetada a infeção.

Adriano Lobão ia fazer 100 anos
Adriano Lobão, de 99 anos e natural de Muxagata, estava no Lar de Nossa Senhora da Veiga, em Vila Nova de Foz Côa. Sentiu-se mal no dia 26 e foi levado para o hospital da Guarda, onde foi testado e morreu.

Ana Jesus estava a um passo dos 91
Ana Jesus faria 91 anos na segunda-feira, dia 30. Vivia no lar da Santa Casa da Misericórdia de Resende e não resistiu à infeção pelo novo coronavírus. Ainda foi internada no hospital de Penafiel, onde morreu.

Maria Isabel Sousa morreu no hospital
M
aria Isabel Sousa tinha 83 anos e residia na zona de Assafarge, no concelho de Coimbra. A infeção pelo novo coronavírus foi diagnosticada no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, onde morreu.

Vírus mata dois em instituição em Maia
Um homem, de 89 anos, e uma mulher, de 90, morreram com a infeção causada pelo novo coronavírus, na Maia. As duas vítimas eram utentes de um lar da instituição O Amanhã da Criança.

Infeção fatal para idosa de 94 anos
Uma mulher, de 94 anos e utente do lar gerido pela Santa Casa da Misericórdia de Resende, morreu infetada com Covid-19. A idosa ainda foi internada no hospital de Penafiel, tal como a outra vítima, e não resistiu.

Mulher morreu no hospital da Feira
Uma mulher de Ovar, na casa dos 80 anos, morreu no dia 18. O anúncio foi feito pelo presidente da autarquia, Salvador Malheiro. Estava nos Cuidados Intensivos do hospital de Santa Maria da Feira.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)