Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Países que iniciaram desconfinamento de coronavírus mais cedo têm resultados "animadores"

Barómetro da Escola Nacional de Saúde Pública traz esperança de que transmissão da Covid-19 poderá manter-se baixa em Portugal.
Lusa 16 de Maio de 2020 às 08:56
Coronavírus Madeira
Coronavírus xxx
Coronavírus
Coronavírus no Reino Unido
Coronavírus
Coronavírus Áustria
Coronavírus Madeira
Coronavírus xxx
Coronavírus
Coronavírus no Reino Unido
Coronavírus
Coronavírus Áustria
Coronavírus Madeira
Coronavírus xxx
Coronavírus
Coronavírus no Reino Unido
Coronavírus
Coronavírus Áustria
Os países europeus que começaram o desconfinamento mais cedo têm menores taxas de crescimento média do número de novos casos de covid-19, "dados animadores" e que "dão esperança" para Portugal, segundo o Barómetro da Escola Nacional de Saúde Pública.

"Olhando para o contexto internacional, vemos que os países europeus que começaram o levantamento de medidas de restrição primeiro que Portugal, como a Noruega, Áustria e República Checa, estão entre os países que atualmente apresentam as menores taxas de crescimento média do número de novos casos" de covid-19, refere a Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP).

Para os investigadores do Barómetro Covid-19, da ENSP, "estes dados são animadores" e dão "esperança de que o nível de transmissão da covid-19 poderá manter-se baixo com as medidas de desconfinamento" iniciadas há duas semanas em Portugal.

"A taxa de crescimento média do número de novos casos de maio [em Portugal] é bastante inferior à observada em abril, indicando uma desaceleração do contágio", sublinha a ENSP, adiantando que a partir dos "próximos dias" poderá começar a avaliar o efeito epidemiológico do desconfinamento em Portugal.

Contudo, sublinham os investigadores, os efeitos das medidas de combate à covid-19 já estão a ter efeitos na população portuguesa.

Segundo os dados do inquérito do "Opinião Social - Outra crise, a mesma geração", estes efeitos já "são profundos e estão a agravar as desigualdades já existentes", afetando principalmente a geração dos 26 aos 45 anos.

"É o grupo etário mais afetado pela suspensão da atividade profissional, com a perda de rendimentos mais significativa, e que mais tem que trabalhar no local no trabalho, expondo-se ao risco de covid-19", sublinha o inquérito que envolveu cerca de 180 mil questionários.

A ENSP cita dados da Direção-Geral da Saúde referentes ao dia 12 de maio que indicavam que 27.913 pessoas tinham contraído covid-19 em Portugal e destes 31% eram pessoas com menos de 40 anos.

O Opinião Social é um questionário de periodicidade semanal, do Barómetro Covid-19, que tem como objetivo acompanhar a evolução das perceções, sob o ponto de vista do cidadão: perceção de risco, confiança nas instituições, cumprimento das medidas veiculadas, resposta dos serviços de saúde, impactos no seu quotidiano e na saúde mental, entre outros

Em Portugal, morreram 1.190 pessoas das 28.583 confirmadas como infetadas, e há 3.328 casos recuperados, segundo os últimos dados da Direção-Geral da Saúde.

Portugal entrou no dia 03 de maio em situação de calamidade devido à pandemia, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

O Governo aprovou na sexta-feira novas medidas que entram em vigor na segunda-feira, entre as quais a retoma das visitas aos utentes dos lares de idosos, a reabertura das creches, aulas presenciais para os 11.º e 12.º anos e a reabertura de algumas lojas de rua, cafés, restaurantes, museus, monumentos e palácios.

O regresso das cerimónias religiosas comunitárias está previsto para 30 de maio e a abertura das praias para 06 de junho.

Mais informação sobre coronavírus AQUI.

MAPA da situação em Portugal e no Mundo.

SAIBA como colocar e retirar máscara e luvas.

APRENDA a fazer a sua máscara em casa.

CUIDADOS a ter quando recebe uma encomenda em casa.

DÚVIDAS sobre coronavírus respondidas por um médico

Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24




Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)