Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Paredes substitui placas de fibrocimento de todas as escolas do concelho

Autarca assinalou o cuidado que houve para salvaguardar a "total segurança" das comunidades escolares, realizando os trabalhos durante as pausas letivas.
Lusa 14 de Abril de 2021 às 19:41
Coberturas em fibrocimento degradado
Coberturas em fibrocimento degradado FOTO: Direitos Reservados
Paredes, no distrito do Porto, informou esta quarta-feira ter concluído a retirada das coberturas de fibrocimento na totalidade das escolas do concelho, representando um investimento de 354 mil euros.

Fonte da câmara municipal avançou à Lusa que as várias empreitadas contemplaram a aplicação de novos painéis 'sandwich' com isolamento térmico.

As intervenções mais recentes ocorreram na Escola Básica e Secundária de Sobreira e na Escola Secundária Daniel Faria, em Baltar.

Antes dessas obras, já tinham sido realizados trabalhos no Jardim de Infância de S. Marcos, em Rebordosa, na Escola Básica de Cristelo e na Escola Básica e Secundária de Vilela.

O município assinala que as empreitadas foram executadas por equipas especializadas na remoção de amianto, acautelando que as intervenções decorressem sem a presença no edifício escolar de alunos, professores, auxiliares e pessoal administrativo.

À Lusa, o presidente do município, Alexandre Almeida, assinalou o cuidado que houve para salvaguardar a "total segurança" das comunidades escolares, realizando os trabalhos durante as pausas letivas.

Além dos benefícios na saúde associados à retirada das placas que continham amianto, o edil destaca que os novos materiais vão assegurar uma melhoria no conforto térmico dos equipamentos escolares.

Os projetos foram aprovados pelo Norte 2020 e contaram com financiamento através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Paredes Porto política autoridades locais telhado fibrocimento poluição
Ver comentários