Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Parlamento aprova voto de pesar pela morte do professor Malaca Casteleiro

Professor catedrático e linguista morreu no passado dia 9 de fevereiro, aos 83 anos.
Lusa 14 de Fevereiro de 2020 às 13:52
Malaca Casteleiro
Malaca Casteleiro FOTO: Direitos Reservados / Facebook
A Assembleia da República aprovou esta sexta-feira, por unanimidade, em plenário, um voto de pesar apresentado pela bancada socialista pela morte do professor catedrático e linguista Malaca Casteleiro, aos 83 anos.

Malaca Casteleiro licenciou-se em Filologia Românica, em 1961, tendo obtido o doutoramento em 1979, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, com uma dissertação sobre a sintaxe da Língua Portuguesa.

"Tendo sido um dos principais responsáveis pela elaboração e negociação do Acordo Ortográfico de 1990, a cujo aceso debate público se dedicou em vários momentos da sua vida cívica e académica, foi igualmente marcante no seu percurso a permanente defesa da língua portuguesa no mundo e, em especial, a coordenação científica, por si assegurada, do Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, editado pela Academia das Ciências de Lisboa", refere-se no voto do Grupo Parlamentar do PS.

De acordo com o PS, "o reconhecimento do seu percurso traduziu-se na atribuição pelo Governo francês do Grau de Cavaleiro da Ordem das Palmas Académicas, em 1986, no seu agraciamento pelo Presidente da República Portuguesa [Jorge Sampaio] com o Grau de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, em 2001, e pela atribuição pela Câmara Municipal da Covilhã com a Medalha de Mérito Municipal, em 2001".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)