Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Plano de desconfinamento não terá datas para a reabertura das atividades

Estratégia é apresentada ao País no próximo dia 11 de março.
Jornal de Negócios 5 de Março de 2021 às 09:38

O plano de desconfinamento que o Governo vai apresentar no próximo dia 11 de março não deverá incluir datas concretas para a reabertura das atividades.

Segundo o jornal Expresso desta sexta-feira, o "esboço" do plano que António Costa pediu a um grupo de peritos, e que vai apresentar na reunião do Infarmed da próxima segunda-feira, não inclui um calendário, ao contrário do que aconteceu no ano passado, quando o plano de desconfinamento foi dividido em três etapas, por quinzenas.

O primeiro-ministro já desvendou que a reabertura da economia será gradual e irá abranger "progressivamente sucessivas atividades". Mas, de acordo com o semanário, a passagem a cada fase seguinte não será calendarizada. Irá depender do cumprimento de uma série de critérios de saúde pública e acompanhará a evolução das campanhas de rastreio e vacinação.

António Costa também sinalizou que o desconfinamento poderá ter níveis diferentes de acordo com a região do país. E, segundo o semanário, é isso que está previsto. Deverá haver um alívio de restrições a nível local e outro a nível nacional, dependendo do estado da pandemia em cada região.

A reabertura começará pelas escolas, garantiu o primeiro-ministro. As creches e o pré-escolar poderão regressar ao ativo ainda em março, escreve o Expresso.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários