Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Plantação de um milhão de árvores por município começa na serra do Marão

Câmara de Vila Real foi a primeira a aderir ao desafio lançado pela associação ambientalista Quercus.
Lusa 26 de Janeiro de 2018 às 17:24
Área ardida
Área ardida
Área ardida
Área ardida
Área ardida
Área ardida

A serra do Marão, em Vila Real, foi esta sexta-feira palco do arranque do "projeto ambicioso" que quer plantar de um milhão de árvores por município, impulsionado pela associação ambientalista Quercus com o apoio das autarquias.

Em plena serra árida e fria, o secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, o presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos, e o responsável pela Quercus, João Branco, calçaram as luvas, pegaram numa enxada e plantaram carvalhos.

Crianças da escola básica de Vendas, na Campeã, ajudaram neste ato simbólico que marcou o lançamento do projeto "Um milhão de árvores por município para salvar o clima".

"Esta é verdadeiramente uma ação simbólica que o Governo vai acarinhar e vai ajudar a que ela se estenda como uma onda pelo país", afirmou Miguel Freitas.

O governante considerou que "é fundamental" Portugal ter "uma floresta diferente", por exemplo com "espécies folhosas de crescimento lento que são mais resistentes ao fogo e que se adaptam melhor àquilo que são as alterações climáticas".

A Câmara de Vila Real foi a primeira a aderir ao desafio lançado pela associação ambientalista Quercus.

"É um bom projeto para o concelho, para o ambiente e para o planeta e é um projeto pedagogicamente interessante para que as nossas crianças possam também elas identificar-se com esta área e perceber da sua importância", afirmou o presidente do município, Rui Santos.

Para esta reflorestação será possível recorrer a fundos comunitários.

O autarca calcula que o investimento global neste projeto ronde os três milhões de euros, só no concelho de Vila Real, cabendo à câmara o pagamento de 300 mil euros correspondentes à comparticipação nacional.

Uma verba idêntica será aplicada em cada um dos municípios aderentes.

O presidente da Quercus, João Branco, disse que o objetivo inicial é envolver 100 concelhos neste projeto.

"Um milhão de árvores por município é um objetivo ambicioso, mas na floresta temos que ter ambição", sublinhou.

João Branco referiu que "há muitos concelhos do Centro e Norte do país que têm dezenas de milhares de hectares disponíveis para florestação" e considerou que a "florestação só não é efetuada porque não há maneira dos donos dos terrenos e das entidades gestoras dos baldios procederem às candidaturas e de obterem financiamento".

Para esta plantação serão criados planos e projetos de arborização.

"Só adere a este projeto quem quiser fazer as arborizações com as espécies autóctones, ou seja, está excluído o eucalipto bem como outras espécies exóticas", afirmou.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)