Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Portugal com 478 ocorrências devido ao mau tempo até às 16h00

Responsável da Proteção Civil garantiu "não haver registo de feridos associados às condições meteorológicas".
Lusa 20 de Fevereiro de 2021 às 16:27
Queda de árvore em Cascais
Queda de árvore em Cascais FOTO: Direitos Reservados
Portugal contabilizou hoje 478 ocorrências devido ao mau tempo, sendo os distritos de Lisboa (212), Leiria (55) e Setúbal (46) os mais penalizados, disse à Lusa o comandante da Associação Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Num balanço com dados até às 16:00, Pedro Araújo acrescentou, relativamente à tipologia das ocorrências, "haver 109 associadas a quedas de árvores, 232 associadas a inundações e 94 a quedas de estruturas, sendo o resto distribuído entre limpezas de via, movimentos de massa, deslizamento de terra e afins".

O responsável da Proteção Civil garantiu "não haver registo de feridos associados às condições meteorológicas".

"O que temos é algumas vias secundárias interrompidas e algumas inundações a provocarem constrangimentos à circulação rodoviária", acrescentou Pedro Araújo.

O Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) colocou hoje sob aviso laranja 13 dos 18 distritos, incluindo toda a costa do país, e a amarelo cinco distritos do interior devido ao mau tempo.

De acordo com o 'site' do instituto, os distritos do litoral, incluindo todo o Algarve, estão sob aviso laranja.

Os avisos laranja devem-se sobretudo à precipitação, embora nos distritos mais a norte, Porto, Braga e Viana do Castelo, se devam também ao vento e à agitação marítima.

Já os distritos de Évora, Portalegre, Castelo Branco, Guarda e Bragança estão sob aviso amarelo, assim como os arquipélagos da Madeira e dos Açores.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) tem sob alerta amarelo todos os 18 distritos.

A situação de alerta amarelo vai manter-se depois até às 13:00 de domingo.

O aviso laranja indica situação meteorológica de risco moderado a elevado e o amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Ver comentários