Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

"Próxima etapa do processo de cura é a ação": como o reiki pode ajudar no desconfinamento

Trabalhar a energia vital pode ajudar o corpo e a mente a permanecerem saudáveis.
Vanessa Fidalgo 9 de Maio de 2020 às 09:55
Paula Castella é mestre em reiki
Paula Castella é mestre em reiki FOTO: Direitos Reservados
É preciso confiança para enfrentar o desconfinamento. A mestre em reiki Paula Castella explica como é que esta medicina alternativa pode vir a ser um aliado.

CM - O reiki pode ajudar-nos neste momento?
- O isolamento desencadeou efeitos colaterais em termos psicológicos, com impacto massivo. A energia de reiki é sublime e inteligente, porque ela conecta-nos à parte do universo onde tudo é guiado por sabedoria, amor e paz.

- De que forma?
- O reiki tem uma energia terapêutica especial. O ki, dirigido pela mente e responsável pela nossa saúde, é a energia vital e subtil que envolve e flui no interior de todas as formas de vida. O ki positivo, gerado pelo subconsciente, vai fortalecer todos os órgãos e manter os nosso corpo físico saudável. No entanto, pode acontecer o inverso: o ki ser negativo, através de pensamentos negativos. Isso vai gerar um abrandamento das atividades saudáveis do corpo. O reiki vai promover o equilíbrio do ki, uma sintonia entre o que pensamos, sentimos e agimos, aumentando os níveis imunitários e o nosso bem estar.

- Que tipo de exercícios podemos fazer em casa?
- Após ter uma perceção sobre as causas subjacentes às suas emoções, a próxima etapa do processo de cura é a ação. O reiki é um excelente aliado neste processo. Recomendo a meditação Gassho de manhã e à noite, elevar a mente no foco do coração e recitar os princípios do reiki, fazer diariamente o autotratamento, o kenyoku-ho, heso chiryo-ho e o enraizamento. Contribuem para mudança de atitude. Promovem um estado de paz, de confiança. O corpo reage no interior, a química muda e o sistema imunitário fortalece-se.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)