Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Queda de cabelo registada em mais de 50% dos sobreviventes do novo coronavírus

Estudo verifica aumento do número de doentes que vencem a Covid-19 e depois desenvolvem queda de cabelo.
Correio da Manhã 6 de Agosto de 2020 às 12:10
Queda de cabelo é um problema que afeta sobretudo os homens
Queda de cabelo é um problema que afeta sobretudo os homens FOTO: iStockphoto

Os relatos vão se multiplicando e os especialistas tentam encontrar uma relação: são cada vez mais comuns os relatos de sobreviventes da infeção pelo novo coronavírus que, depois de vencerem a convid-19, desenvolvem queda de cabelo. Especialistas do Belgravia Centre, em Londres, traçaram agora uma relação entre a Covid-19 e os sintomas capilares manifestados por alguns pacientes.

Segundo apurou o estudo, trata-se de um eflúvio telógeno (TE): uma perda de cabelo aumentada e difusa, temporária, que normalmente ocorre após um evento traumático, stress ou choque, que alteram o relógio biológico dos folículos capilares.

O estudo, que durou seis semanas, verificou que mais de dois terços dos sobreviventes da Covid-19 do sexo masculino apresentavam queda de cabelo (64%) , enquanto as mulheres que venceram o novo coronavírus apresentavam sintomas de queda de cabelo em mais de um terço dos casos (38%).

O estudo estabelece assim uma relação entre os efeitos e sintomas do novo coronavírus no organismo, que podem afetar vários órgãos através de alterações no metabolismo, como o eflúvio telógeno. O estudo apurou ainda que a queda de cabelo aconteceu entre oito e 16 semana após o teste negativo à Covid-19.

Outro estudo online anteriormente feito, com 1600 participantes, tinha apurado que 25% dos paciente recuperados do novo coronavírus se queixava de queda de cabelo.

"O pico de diagnósticos de novos casos de queda de cabelo após recuperaçãoo da Covid-19 vem mostrar o impacto do stress que o vírus causa no organismo, causando não apenas eflúvio telógeno temporário, mas também outras doenças capilares associadas que podem ter efeitos a longo prazo se não forem tratadas", alerta a responsável pelo departamento de Tricologia do Belgravia Centre, Rali Bozhinova.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Tricologia do Belgravia Centre Covid-19 Londres questões sociais saúde doenças coronavírus
Ver comentários