Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

"Querem p*nis português": alunas brasileiras alvo de ataques xenófobos na faculdade do Porto

Mensagens foram reveladas nas redes sociais.
Manuel Jorge Bento 27 de Outubro de 2020 às 08:46
Mensagens que visam estudantes brasileiras foram reveladas
Mensagens que visam estudantes brasileiras foram reveladas FOTO: nuno fonseca/movephoto
"Eu virei gay depois de ter estado com uma brasileira’ ou ‘Antes, as brasileiras da FEUP eram um regalo para os olhos; agora, são uma cambada de feministas que querem pénis português e não admitem’ são algumas das frases divulgadas num grupo de estudantes da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto nas redes sociais, que levaram à denúncia de atos de xenofobia e racismo.

A universidade pondera abrir processos disciplinares e apela às vítimas para que apresentem queixa formal.

O caso foi revelado pelo grupo Quarentena Académica, indicando que aqueles atos foram praticados por estudantes, mas também por docentes.

Entretanto, o reitor António Sousa Pereira reiterou esta segunda-feira a mensagem à comunidade académica divulgada no dia 19, na qual refere que não tolera “quaisquer atitudes de xenofobia, racismo, machismo ou discriminação, ou atitudes difamatórias e atentatórias do bom-nome e da dignidade individual”.
FEUP Porto Antes Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto questões sociais
Ver comentários