Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Restauração já perdeu 1860 milhões de euros este ano

Centenas de profissionais do setor estiveram no Rossio, em Lisboa, a contestar as restrições e a pedir apoios adicionais.
Ana Botto e Salomé Pinto 15 de Novembro de 2020 às 10:48
Protesto da restauração em Lisboa
Protesto da restauração em Lisboa
Protesto da restauração em Lisboa
Protesto da restauração em Lisboa
Protesto da restauração em Lisboa
Protesto da restauração em Lisboa
Protesto da restauração em Lisboa
Protesto da restauração em Lisboa
Protesto da restauração em Lisboa
A restauração já perdeu 1860 milhões de euros em receitas na pandemia, números do Governo. Este sábado, centenas de empresários e trabalhadores da restauração, eventos culturais e animação noturna exigiram mais apoios públicos num protesto em Lisboa, alertando para as dificuldades que atravessam e contestando as restrições impostas.

Em frente ao Teatro Nacional D. Maria II, os organizadores fizeram-se ouvir numa carrinha de caixa aberta: “Por amor de Deus, olhem para nós porque estamos literalmente a morrer”, avisou Ljubomir Stanisic, um dos rostos do Movimento a Pão e Água. A descida dos impostos, em alternativa às linhas de crédito, foi um dos pedidos mais repetidos. “Se o Governo quer ajudar, a primeira coisa que pode fazer é deixar de mentir. Baixem o IVA e façam a isenção do pagamento da TSU”, apelou Stanisic. Samuel Lopes, do grupo dono da discoteca Lust in Rio, pede que o dinheiro chegue às empresas: “Tenho cerca de 80 trabalhadores em layoff. Se os apoios anunciados passarem a oficiais, já é uma ajuda, agora isto só de boca não vai lá.”

Este sábado, o ministro da Economia explicou que, das medidas já adotadas ou anunciadas, 286 milhões a fundo perdido foram direcionados para o setor. Outros 12 milhões foram entregues ao setor no âmbito do ‘Adaptar’, para a compra de material de proteção. Estão também reservados mais 200 milhões do ‘Apoiar.pt’, cujas verbas deverão começar a chegar às empresas em dezembro. “Há um compreensível desespero” dos empresários, reconheceu Siza Vieira, adiantando que o Executivo manterá um olhar atento sobre o setor.

Momentos de tensão mas polícia travou cenas de violência
A manifestação no Rossio foi marcada por um momento de tensão em que a PSP teve de intervir para proteger um jornalista. Já no final do protesto, os ânimos exaltaram-se quando um dos manifestantes, com o megafone, acusou o jornalista de divulgar um número falso de participantes, o que motivou desacatos.

Governo já admite um apoio às rendas
O ministro da Economia diz que o Governo está a avaliar uma forma de apoiar os comerciantes nas rendas. "Estamos a equacionar como apoiar as rendas de senhorios de empresas do setor do comércio e da restauração", frisou Pedro Siza Vieira, garantindo estar a trabalhar para "mitigar o impacto" da crise no setor.

RADAR COVID
Vitamina D reduz carga
Investigadores do Conselho Superior de Investigação Científica de Espanha defendem a importância da vitamina D para reduzir a carga viral dos infetados. Os cientistas citam um ensaio clínico do Hospital Rainha Sofia, em Córdoba, e consideram que "pode ser conveniente elevar os níveis de vitamina D" para travar a pandemia.

Caixas de camarão
As autoridades da cidade chinesa de Lanzhou anunciaram que foi detetado o coronavírus em caixas de camarão importado da Arábia Saudita. A China está a testar os alimentos congelados importados.

Piratas informáticos
Tom Burt, vice-presidente para a Segurança e Confiança do Cliente da Microsoft, afirmou que nos últimos meses vários piratas informáticos tentaram aceder de forma ilícita a farmacêuticas e organizações que trabalham no desenvolvimento da vacina contra o coronavírus.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários