Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Seis segredos para um casamento feliz

Terapetuta divulga segredos para alcançar a felicidade conjugal.
8 de Maio de 2014 às 10:18
segredos, casamento, feliz, escritora, livro, Winifred Reilly
segredos, casamento, feliz, escritora, livro, Winifred Reilly FOTO: Getty Images

Winifred Reilly é terapeuta de casais nos Estados Unidos e, com os seus anos de experiência na profissão, está a escrever um livro onde desvenda alguns segredos com as descobertas que fez da chave para uma relação saudável. Conheça o blogue da terapeuta 'Por falar em casamento' (em inglês).

Enfrente as dificuldades: Quando enfrentam dificuldades inevitáveis, os casais felizes não enlouquecem nem dizem "A nossa relação é demasiado difícil" ou "Somos incompatíveis".

Em vez de fugirem das dificuldades ou protestar acerca da sua existência, eles dizem "vamos arregaçar as mangas", porque sabem que estão juntos para o que der e vier, que os problemas na relação são normais e que não desaparecem sem esforço.

Aceite que a desilusão é inevitável: Como casais, temos de equilibrar a vontade entre o que queremos para a nossa relação e a noção de que não é possível ter tudo. É normal ter expectativas altas para nós, mas ao mesmo tempo temos de nos lembrar que até mesmo o melhor parceiro nos vai desiludir ocasionalmente. Não temos de gostar de desilusões, apenas de lidar com elas.

Salvaguarde a relação: Se acha que a sua relação é preciosa, algo que só surge uma vez na vida, então faz sentido que se comporte de forma a preservá-la e protegê-la. Os casais felizes sabem que as suas palavras e ações têm um impacto e, por isso, têm cuidado com elas. Eles sabem, por exemplo, que numa discussão podem levantar a voz, mas não dizer palavrões; podem ser rabugentos mas se forem maldosos já estão a passar da linha.

Discutir sem ódio: Uma coisa é estar zangado com o seu parceiro por algo que ele/ela fez, outra é expressar a sua raiva de forma agressiva. Para algumas pessoas pode ser desafiante separar as duas, condenar a ação sem condenar o ator.

Se o seu estilo é o de "lutar até à morte", se persegue o seu parceiro com o objetivo de o magoar, é melhor perceber que as vítimas da sua 'guerra' podem ser tanto o seu companheiro(a) como a vossa relação.

Saiba como reparar danos: Não há relações sem dificuldades ou conflitos. Não interessa o quão bem-intencionados são os parceiros, nenhum de nós é candidato a santo. Posto isto, é essencial que aprendamos a reparar os danos. Esses reparos geralmente ocorrem quando uma pessoa se move em direção à outra, disposta a pedir desculpa. Casais funcionais são capazes de pedir desculpa um ao outro e de perdoar, mesmo que seja difícil.

Aceite que, independentemente da dificuldade em resolvê-los, há problemas que nunca se vão resolver: Um estudo mostra que 69% dos conflitos matrimoniais não têm solução, não interessa a abordagem que lhes seja feita ou a forma como os tentamos resolver.

Todos os casais vão ter os seus conflitos perpétuos, baseados nas diferenças fundamentais entre eles, as diferenças nas personalidades, nas preferências e nas formas de olhar para o mundo. Algumas diferenças nunca vão, infelizmente, deixar de existir. 

Em vez de ter uma atitude negativa em relação a problemas recorrentes, os casais felizes reconhecem a natureza do problema e abordam-no com aceitação, no melhor dos humores.

segredos casamento feliz escritora livro Winifred Reilly
Ver comentários