Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Solidariedade: 210 quilómetros em cinco dias para ajudar crianças

Cinco corridas de 42 quilómetros cada, em dias seguidos, em cinco serras.
Sérgio A. Vitorino 7 de Julho de 2020 às 01:30
Corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Participantes da corrida
Dez corredores vão fazer, em cinco dias seguidos (22 a 26 deste mês), cinco maratonas em cinco serras portuguesas. E cada um vai vender os seus 210 quilómetros para ajudar a pagar tratamentos, equipamentos especiais e sustento a 25 crianças que sofrem de doenças raras, oncológicas ou degenerativas.

A iniciativa ‘Serras Solidárias’ partiu "de um grupo de amigos que se junta para treinar nas serras e que neste tempo de pandemia, em que não há provas desportivas, decidiu fazer algo diferente". A ideia inicial, de uma "travessia", evoluiu para "uma travessia por alguns dias por serras emblemáticas do nosso Portugal , até que finalmente decidimos associar uma causa solidária", contra ao CM Edgar Resende, um dos corredores. Recusam protagonismo individual e pedem que o destaque se foque "em algo nunca antes feito". Vão correr maratonas nas serras da Estrela (22), Lousã (23), Freita (24), Marão (25) e Gerês (26). Os 25 meninos e meninas a ajudar (na infografia 20 deles, os restantes têm "doenças oncológicas, estão a passar por muito e achamos por bem não os expor publicamente", justificam) chegaram aos corredores através da associação Espinho Solidário.

"Não há um valor fixo por quilómetro, as pessoas doam o valor que quiserem e puderem. Este evento serve para chamar a atenção para o problema diário destes meninos, as suas lutas, as suas conquistas e o quão difícil é para os pais suportarem tratamentos que variam entre 5 000 euros anuais e 30 000 euros anuais", descrevem.

Os quilómetros são transformados em euros com transferências bancárias (IBAN na infografia), a compra de t-shirts (a 15 e 55 euros) ou angariação de fundos na página de Facebook do projeto (https://www.facebook.com/5serrassolidarias/). A iniciativa já conta com o apoio público do ultramaratonista Carlos Sá, da ex-atleta olímpica Aurora Cunha, da campeã da Europa Sara Moreira e do Maia Atlético Clube, entre outros.
desporto questões sociais ajuda externa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)