Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Surto com 29 infetados com Covid-19 em lar do Carregado em Alenquer

Alenquer contabiliza 521 casos de infeção desde o início da pandemia, dos quais 167 estão ativos, 348 recuperaram e seis morreram.
Lusa 22 de Outubro de 2020 às 10:46
idosos
idosos
Vinte e nove pessoas estão infetadas com covid-19 no Lar do Centro Social e Paroquial do Carregado, em Alenquer, no distrito de Lisboa, disse esta quinta-feira o delegado de saúde local.

Pompeu Balsa afirmou à agência Lusa que, dos 29 infetados, 17 são residentes e 12 são funcionários.

"O surto está controlado, ainda que possam surgir mais casos", explicou, acrescentando que o surto "foi detetado numa fase muito inicial", no último fim de semana, o que levou as autoridades a testar cerca de uma centena de pessoas, o que ficou concluído na terça-feira.

Alguns dos funcionários, trabalhadores da cozinha, já se encontravam infetados desde o início do mês, antes de o surto ter surgido, mas não pertencem à mesma cadeia de contágio, uma vez que não prestavam assistência direta aos utentes, esclareceu.

Os utentes foram separados em alas diferentes, em função de terem um resultado negativo ou positivo para o novo coronavírus, seguindo as orientações do plano de contingência da instituição.

Foi solicitado à Segurança Social o reforço de meios para fazer face à falta de funcionários, por se encontrarem em isolamento profilático a recuperar.

Alenquer contabiliza 521 casos de infeção desde o início da pandemia, dos quais 167 estão ativos, 348 recuperaram e seis morreram.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 40,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.229 pessoas dos 106.271 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.
Lisboa Carregado Alenquer Lar do Centro Social Paroquial China saúde questões sociais doenças
Ver comentários